PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Ibovespa descola do exterior e avança com PEC dos Precatórios

Investidores ainda digerem aprovação do projeto no Senado; dólar segue exterior e avança

Bolsa brasileira digere aprovação da PEC dos Precatórios
03 de Dezembro, 2021 | 02:34 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — Na contramão dos principais mercados externos, o Ibovespa operam em alta na tarde desta sexta-feira (3). Os investidores ainda digerem a aprovação da PEC dos Precatórios, que reduz a pressão sobre as contas do governo. Já o dólar avança olhando para o exterior, onde a moeda reflete os dados de emprego divulgados pelos Estados Unidos hoje. As taxas do DI caem.

PUBLICIDADE
  • A bolsa opera na casa dos 105.000 pontos, enquanto o dólar chegou a bater os R$ 5,67.

O Senado aprovou ontem a PEC do Precatórios, que viabiliza o pagamento do Auxílio Brasil, em uma votação folgada: 64 votos a 13 (primeiro turno) e 61 a 10 (segundo turno). A PEC permitirá o parcelamento de alguns precatórios e mudou o método de cálculo do Teto Fiscal, permitindo um espaço orçamentário de cerca de R$ 100 bilhões para o governo Jair Bolsonaro no ano eleitoral.

Já nos Estados Unidos, As vagas no chamado “payroll” não-agrícola aumentaram em 210 mil no mês passado, depois de um ganho revisado para cima de 546 mil em outubro, divulgou o Departamento do Trabalho nesta sexta-feira. A taxa de desemprego caiu para 4,2%, enquanto a taxa de participação da força de trabalho subiu para 61,8%.

PUBLICIDADE

A mediana das estimativas de uma pesquisa da Bloomberg com economistas apontava para um ganho de 550 mil no payroll para que a taxa de desemprego caísse para 4,5%.

Mercado agora

  • Câmbio: Por volta das 14h30, o dólar avançava 0,17%, para R$ 5,65;
  • Bolsa: O Ibovespa avançava 0,46%, para 105.257 pontos;
    • Entre as maiores altas percentuais estão Méliuz (CASH3), Locaweb (LWSA3) e Grupo Soma (SOMA3). Nas maiores perdas: Marfrig (MRFG3), JBS (JBSS3) e Suzano (SUZB3);
  • Juros: O DI com vencimento para janeiro de 2025 caía de 11,18% para 10,88% enquanto o de 2027 ia de 11,15% para 10,89%;
  • Exterior: Em Nova York, o Dow Jones recua 0,57%, o S&P 500 1,23% e o Nasdaq 2,44%;

-- Com informações de Bloomberg News

Leia também

Preços dos alimentos atingem maior patamar em uma década

Igor Sodré

Igor Sodré

Jornalista com formação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, com experiência na cobertura de cultura e economia, tendo como foco mercado financeiro e companhias. Passou pela Bloomberg News e TradersClub.