PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Negócios

AstraZeneca estuda listagem para divisão focada em vacinas

Companhia vem buscando maneiras de aumentar o retorno para seus investidores

As ações da empresa avançaram 6% nos últimos doze meses, enquanto a Pfizer subiu 35% e a Moderna teve um salto de 90%.
Por Dinesh Nair e Ruth David
03 de Dezembro, 2021 | 08:38 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — A AstraZeneca Plc tem estudado opções, incluindo uma potencial listagem de sua recém-criada divisão de vacinas, à medida que busca maneiras de aumentar o retorno para os investidores, disseram para a Bloomberg pessoas com conhecimento do assunto.

A gigante farmacêutica do Reino Unido está nos estágios iniciais de considerar o melhor posicionamento para a unidade de vacinas, disseram as pessoas, pedindo para não serem identificadas porque a informação é privada. A alta administração discutiu uma série de possibilidades com consultores, incluindo uma flutuação do negócio, disseram as pessoas.

PUBLICIDADE

Veja mais: Coquetel de anticorpos da AstraZeneca mostra eficácia contra Covid leve

A AstraZeneca disse no mês passado que está criando uma nova divisão de vacinas e terapias imunológicas para abrigar sua inoculação contra Covid-19 e o tratamento a base de anticorpos, bem como uma vacina contra gripe e medicamento para o vírus sincicial respiratório. A divisão, a ser liderada pelo executivo Iskra Reic, incluirá equipes dos departamentos de pesquisa, fabricação e comercial da AstraZeneca.

O relatório sobre seus planos para a unidade de vacina é “especulação”, disse um porta-voz da empresa em comunicado enviado por e-mail. Para gerenciar o portfólio, “criamos uma unidade de vacinas e terapia imunológica dedicada para reunir as equipes de P&D, manufatura, comercial e médica para as vacinas, o laboratório e outros medicamentos”.

PUBLICIDADE

O CEO Pascal Soriot está sob pressão dos acionistas, já que as ações da AstraZeneca ficam atrás das rivais. As ações da empresa avançaram 6% nos últimos doze meses, enquanto a Pfizer Inc. subiu 35% e a Moderna Inc. teve um salto de 90%.

Veja mais: AstraZeneca e Imperial College desenvolvem tecnologia de RNA contra câncer

A AstraZeneca disse em novembro que mudaria para um modelo de lucro para a vacina Covid-19 que criou com a Universidade de Oxford, depois de observar como seus concorrentes geravam bilhões de dólares em vendas com seus imunizantes.

No início da pandemia, a AstraZeneca prometeu não lucrar com sua vacina enquanto permanecesse a pandemia. Soriot disse que agora só buscará lucrar com as nações mais ricas e contará com preços diferenciados para garantir que sua vacina seja acessível.

Qualquer movimento envolvendo o negócio de vacinas pode ser politicamente tenso, e a AstraZeneca precisará ter cuidado para não ser vista como se estivesse interessada apenas em lucros, à medida que as taxas de infecção por coronavírus aumentam e os governos lutam para imunizar as populações. As deliberações estão em andamento, e a empresa pode decidir contra a listagem se a ideia gerar reação excessiva, disseram as pessoas.

Veja mais: AstraZeneca mira sinal verde dos EUA para vacina no quarto trimestre

PUBLICIDADE

As ações caíram 0,5% no fechamento do pregão de Londres nesta sexta-feira (3).

A AstraZeneca está tomando outras medidas para fortalecer a nova divisão. Ela bloqueou a aquisição de US$ 7,6 bilhões da Advent International da Swedish Orphan Biovitrum AB, retendo sua participação de 8% na farmacêutica, informou a Bloomberg News na sexta. A AstraZeneca se opôs ao negócio porque estava tentando comprar certos ativos da empresa nórdica que poderiam ser alojados dentro da unidade de vacinas, disseram as fontes.

- Com a ajuda de Suzi Ring.

Veja mais em bloomberg.com

PUBLICIDADE