PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Turquia: Erdogan demite ministro das Finanças e lira desaba

Banco central reduziu os juros e levou a uma baixa recorde da moeda local nesta semana

Recep Tayyip Erdogan
Por Benjamin Purvis
01 de Dezembro, 2021 | 08:24 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A lira da Turquia desabou no início da manhã desta quinta após a notícia de que o ministro das Finanças do país foi demitido. A moeda ainda segue acima do recorde de baixa alcançado no início desta semana com as preocupações sobre a decisão do banco central de reduzir as taxas de juros causando prejuízos aos investidores locais.

A moeda estava em torno de 13,35 por dólar no início das negociações da Ásia-Pacífico nesta quinta-feira, uma queda de 0,7% em relação ao fechamento de Nova York.

PUBLICIDADE

A lira chegou a ceder 13,356 no final do pregão de Nova York na quarta-feira, logo após a notícia de que o ministro do Tesouro e das Finanças, Lutfi Elvan, está deixando seu cargo, após ter sido demitido pelo presidente Recep Tayyip Erdogan.

Veja mais: Turquia: Primeira intervenção no câmbio em 7 anos segura lira - só por enquanto

A demissão ocorre em meio a uma crise em curso sobre a política monetária que levou a moeda a colapsar para baixas recordes, alimentada por cortes agressivos nas taxas de juros do banco central, em face das preocupações com a inflação.

PUBLICIDADE

A lira cedeu para um valor sem precedentes de 13,9519 por dólar na terça-feira, antes de ensaiar uma recuperação parcial na quarta-feira devido à intervenção direta do banco central nos mercados de câmbio.

Elvan será substituído por Nureddin Nebati, conforme decreto publicado na imprensa oficial turca.

Leia também

Ark Investment, de Cathie Wood, aposta no Twitter após saída de Jack Dorsey

PUBLICIDADE