PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Green

Governo da Alemanha canalizará US$ 67 bilhões para Fundo Climático

A principal promessa do governo é zerar as emissões de carbono até 2045 e acelerar a transição da economia para veículos elétricos

Planeja que energia renovável responda por 80% da demanda
Por Birgit Jennen e Patrick Donahue
27 de Novembro, 2021 | 04:33 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O novo governo da Alemanha, sob a regência do chanceler Olaf Scholz, planeja direcionar 60 bilhões de euros (US$ 67 bilhões) para um fundo climático, para ajudar a financiar as metas climáticas do governo nos próximos quatro anos.

O dinheiro será destinado por meio de um orçamento suplementar de despesas existentes, segundo um funcionário familiarizado com a decisão. Os partido do Verdes, que assumirão o controle da agenda climática do governo, projetaram um aporte de 50 bilhões de euros por ano para financiar a proteção climática na próxima década.

PUBLICIDADE

Negociadores do partido Social-Democrata, de Scholz, os Verdes e os Democratas Livres pró-negócios pretendem aumentar os recursos de energia renovável para responder por 80% da demanda, como parte de um objetivo de eliminar gradualmente a energia movida a carvão, até 2030. A principal promessa do governo é zerar as emissões de carbono até 2045 e acelerar a transição da economia para veículos elétricos.

Mas o acordo de coalizão, de 177 páginas, que mapeia a agenda do novo governo em todas as questões políticas, deixou de fora questões-chave sobre financiamento. Embora as partes tenham se comprometido a buscar formas de financiamento, como o fortalecimento do banco estatal de desenvolvimento KfW, concordaram em não aumentar novos impostos e respeitar os limites constitucionais da dívida alemã.

Os fundos canalizados foram informados anteriormente pela Reuters, que citou a cifra de 50 bilhões de euros.

PUBLICIDADE

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

Inglaterra quer proibir talheres e copos plásticos para acabar com ‘cultura do descartável’

Gestores ainda veem caminho para emissão zero como desafio

PUBLICIDADE