Cripto

Cripto: Regulador espanhol repreende ídolo da Copa do Mundo

Comissão Nacional do Mercado de Valores da Espanha advertiu Andrés Iniesta para os riscos das criptomoedas

Andrés Iniesta, atleta espanhol
Por Macarena Muñoz
25 de Novembro, 2021 | 05:17 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Andrés Iniesta, famoso atacante cujo último gol deu à Espanha sua primeira Copa do Mundo de futebol em 2010, foi repreendido pelos órgãos reguladores quando afirmou no Twitter que utilizava a exchange de criptomoedas Binance.

“Estou aprendendo a começar com a criptografia com a Binance”, escreveu o ex-jogador do Barcelona em seu tweet. A Comissão Nacional do Mercado de Valores da Espanha respondeu dizendo que é melhor estudar os riscos das criptomoedas antes de investir nelas ou recomendar que outros o façam.

Veja mais: ‘NFT’ é eleita a palavra do ano pelo Dicionário Collins

Estou aprendendo como começar no mundo das criptomoedas com a @binance #BinanceForAll

PUBLICIDADE

A Comissão também sugeriu que o astro do esporte lesse uma declaração do início do ano, na qual o Banco da Espanha enfatizava os riscos de investimento associados às moedas digitais, incluindo extrema volatilidade, complexidade e falta de transparência.

Veja mais: Elon Musk troca farpas com CEO da Binance sobre falha com Dogecoin

Oi @andresiniesta8, os criptoativos não são regulados pela CNMV e apresentam alguns riscos substanciais. Recomendamos a leitura do comunicado da @CNMV_MEDIOS no link para mais informações antes de investir ou recomendar que outros o façam

A CNMV vai obter novos poderes na Espanha para controlar as campanhas de publicidade de plataformas de criptomoedas com o aumento de sua popularidade.

Veja mais em Bloomberg.com