promo
Brasil

Moro cresce como alternativa a Lula e Bolsonaro em pesquisas

O ex-juiz receberia até 17% dos votos em diversos cenários de primeiro turno

Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O ex-juiz Sergio Moro está consolidando sua posição como uma alternativa à polarização direita-esquerda que se espera para as eleições presidenciais do Brasil no ano que vem - se ele conseguir chegar ao segundo turno.

O homem que ficou famoso por prender a elite política e empresarial do Brasil durante a operação Lava Jato viu seus números nas pesquisas aumentarem substancialmente na primeira grande pesquisa sobre intenção de voto publicada depois que ele se juntou a um partido político e, informalmente, jogou o chapéu no ringue.

Moro receberia até 17% dos votos em vários cenários de primeiro turno. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o atual Jair Bolsonaro, conseguiriam 43% e 33%, respectivamente. Nenhum dos demais candidatos atinge mais de 7,5% da intenção de voto em nenhum desses casos.

A pesquisa, realizada pelo banco digital Modalmais em parceria com a Futura Inteligência por meio de 2 mil entrevistas por telefone, mostra Lula vencendo todas as simulações de votação no segundo turno. Moro venceria Bolsonaro, no entanto, em um cenário de segundo turno sem o ex-presidente.

A pesquisa foi realizada entre os dias 16 e 20 de novembro, com margem de erro de 2,2%.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

Aqui estão os principais pontos do discurso de Sergio Moro como pré-candidato

Moro candidato tenta quebrar polarização Lula x Bolsonaro