promo
Mercados

Biden anuncia liberação coordenada de reservas de petróleo

País vai liberar vai liberar 50 milhões de barris da Reserva Estratégica de Petróleo, em conjunto com a China, Japão, Índia e Coreia do Sul

Poniendo gasolina
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Os Estados Unidos vão liberar 50 milhões de barris de petróleo bruto de sua Reserva Estratégica de Petróleo em conjunto com a China, Japão, Índia e Coreia do Sul, disse a Casa Branca em comunicado - uma tentativa coordenada sem precedentes de três dos maiores consumidores de petróleo do mundo para domar os preços e que pode provocar uma reação da Opep+.

A decisão de descarregar coletivamente o petróleo armazenado após membros da Opep+ rejeitarem pedidos para aumentar significativamente a produção marca uma vitória diplomática para os EUA e um desafio ao controle que a Arábia Saudita, a Rússia e outros produtores da aliança têm no mercado.

O petróleo reduziu as quedas vistas mais cedo após a notícia. Os futuros em Nova York oscilavam perto de US$ 76 o barril. Embora o tamanho da liberação nos EUA seja grande, uma porção significativa do petróleo será emprestada - para ser devolvida posteriormente - deixando os traders esperando saldos mais apertados no futuro. Os EUA estão agindo em conjunto com a China, Japão, Índia, Coreia do Sul e Reino Unido.

Os preços do petróleo atingiram máximas nos últimos meses em meio a uma crise global de energia que acrescentou centenas de milhares de barris por dia ao consumo, enquanto a economia mundial luta contra o aumento da inflação.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

(Atualiza às 10h29 com reação dos preços do petróleo)