promo
Mercados

Ásia inicia negócios em baixa, mas futuros de NY sobem

Títulos do Tesouro dos EUA e dólar seguem pressionados após recondução de Jerome Powell no Fed

Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — Os mercados asiáticos iniciaram os negócios desta terça-feira em baixa após o aumento dos rendimentos dos títulos do Tesouro dos EUA e do dólar com a recondução de Jerome Powell para liderar o Federal Reserve. A notícia alimentou as apostas em um aperto mais rápido da política monetária.

As ações sobem na Austrália, mas recuam na Coreia do Sul, Hong Kong e na China continental. Os mercados do Japão estão fechados por causa de um feriado local. Por outro lado, os futuros de índice de Wall Street sobem após o S&P 500 e o Nasdaq terminarem a segunda-feira no vermelho, particularmente com um sell-off das ações de tecnologia na última hora de pregão.

Os títulos do Tesouro dos EUA recuaram após os mercados precificarem uma alta de 0,25 ponto percentual na reunião do Fed de junho, vendo inclusive uma boa chance de um segundo aumento em setembro e um terceiro em dezembro para combater a inflação. Os títulos do Tesouro dos EUA não serão negociados na Ásia devido ao feriado do Japão.

Powell e a outro candidata ao comendo do Fed, a governadora Lael Brainard, são vistos como tendo posturas bastante semelhantes na política monetária, apesar de Brainard ser considerada como um pouco mais favorável à distensão monetária.

O dólar avançou para o valor mais alto desde setembro de 2020, enquanto o ouro se manteve em queda e o Bitcoin segue estável após o recuo recente. O petróleo é negociado com baixa enquanto os traders discutem se a OPEP e seus aliados podem reduzir um aumento na oferta caso os EUA e outras nações liberam parte de suas reservas para conter os preços.

Qual é o preço agora?

O presidente Joe Biden optou pela continuidade no Fed, selecionando Powell para um segundo mandato como presidente e elevando Brainard a vice-presidente. Os dois enfrentam o desafio de conter as intensas pressões sobre os preços e, ao mesmo tempo, nutrir a recuperação da pandemia e evitar deslocamentos do mercado financeiro.

“Embora os investidores não precisem mais se perguntar quem liderará o Federal Reserve nos próximos anos, o próximo grande dilema que o banco central enfrenta é como normalizar a política monetária sem perturbar os mercados”, disse Robert Schein, diretor de investimentos da Blanke Schein Wealth Management, em um e-mail.

Além do Fed, a perspectiva da China também é preocupante para os mercados. A acentuada desaceleração econômica do país está testando o vigor da política de seu banco central. Um índice de ações chinesas listadas nos EUA recuou durante a noite.

Aqui estão alguns eventos importantes desta semana:

  • PMI da zona do euro e dos EUA, terça-feira;
  • decisão de política monetária da Nova Zelândia, na quarta-feira;
  • Atas do FOMC dos EUA, renda do consumidor, estoques no atacado, vendas de casas novas, PIB, pedidos iniciais de auxílio-desemprego, bens duráveis dos EUA, sentimento do consumidor da Universidade de Michigan, na quarta-feira;
  • Decisão de política monetária do Banco da Coreia, na quinta-feira;
  • Dia de Ação de Graças dos EUA: ações dos EUA, mercados de títulos fechados, na quinta-feira;
  • O presidente do Banco da Inglaterra, Andrew Bailey, fala com Mohamed El Erian em um evento do Cambridge Union, na quinta-feira;

Alguns dos principais movimentos nos mercados:

Ações

  • Os futuros do S&P 500 subiam 0,11% perto das 11h20 em Tóquio (23h20h de segunda em Brasília). Na segunda, tiveram baixa de 0,3%;
  • Os futuros do Nasdaq 100 tinham alta de 0,13%. O Nasdaq 100 caiu 1,2%;
  • O índice S&P/ASX 200 da Austrália subia 0,6%
  • Índice Kospi, de Seul, recuava 0,1%;
  • O índice Hang Seng caía 1%;
  • O índice Xangai Composite recuava 0,3%;

Moedas

  • O iene japonês estava em 114,80 por dólar;
  • O yuan offshore estava em 6,3867 por dólar;
  • O índice Bloomberg Dollar Spot operava estável, após subir 0,5%;
  • O euro estava em US$ 1,1242;

Renda fixa

  • O rendimento dos títulos do Tesouro de 10 anos avançou oito pontos-base para 1,62% na segunda-feira;
  • O rendimento dos títulos de 10 anos da Austrália subia oito pontos-base para 1,87%;

Commodities

  • O petróleo bruto West Texas Intermediate caiu 0,4%, para US$ 76,47 o barril
  • O ouro estava em US$ 1.808,53 a onça, alta de 0,2%

(atualizado às 23h20 com a abertura das bolsas chinesas)

--Com a assistência de Vildana Hajric e Srinivasan Sivabalan.

© 2021 Bloomberg L.P.