PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Negócios

Airbnb renova aposta em home office com ferramenta que atesta velocidade de internet

50 novos recursos fazem parte da visão do CEO de que trabalho e lazer se misturam já que muitas empresas abandonaram um estilo de vida centrado no escritório

Nova era de ouro das viagens na qual trabalho e lazer se misturam
Por Michael Tobin
10 de Novembro, 2021 | 01:49 pm
Tempo de leitura: 3 minutos

Bloomberg — O Airbnb está lançando novas funcionalidades, incluindo a verificação das velocidades de internet nas casas dos anfitriões e opções para pesquisar anúncios com até um ano de antecedência. A empresa de aluguel por temporada apresenta essas mudanças apostando na hipótese de que o trabalho remoto e a flexibilidade de viagens estão aqui para ficar.

Os mais de 50 novos recursos, anunciados um dia após a reabertura das fronteiras dos Estados Unidos para turistas estrangeiros, fazem parte da visão do CEO, Brian Chesky, de que estamos em uma nova era de ouro das viagens, que nasceu na era Covid, onde trabalho e lazer se misturam, já que muitas empresas abandonaram um estilo de vida centrado no escritório.

Estadias de longa duração, de 28 dias ou mais, são a categoria de duração de viagem que mais cresce na empresa e foram responsáveis por 20% das diárias reservadas entre julho e setembro, informou o Airbnb em seu relatório de resultados do terceiro trimestre, na semana passada.

“Acho que o desafio prático é encontrar um lugar que fique disponível por um mês”, apontou o diretor de estratégia, Nathan Blecharczyk, em uma entrevista. “Mas a questão é só se planejar com antecedência, e aí isso deixa de ser um problema”, disse ele.

PUBLICIDADE

Sem perder a reunião no zoom

O Airbnb reportou vendas e ganhos recordes no terceiro trimestre, provando sua resiliência diante da crescente disseminação da variante delta e da demanda persistente por aluguel de temporada em espaços onde se possa trabalhar e se divertir. O Airbnb fez referência a políticas de empresas como a Procter & Gamble, a Ford e a Amazon, que anunciaram maior flexibilidade para os funcionários, e espera-se que outras mais sigam seu exemplo. Esse é um dos motivos pelos quais o Airbnb está ajudando os anfitriões a testarem o wi-fi dos imóveis anunciados, para que a velocidade conste como verificada no site.

“Com esta atualização, o hóspede pode ter certeza de que não perderá uma reunião no Zoom ou seu programa de streaming favorito durante a estadia”, contou a empresa.

As novas ferramentas anunciadas na terça-feira (9) seguem-se à campanha “I’m Flexible” (Tenho flexibilidade) da empresa sediada em São Francisco, em maio, que deu aos hóspedes a opção de pesquisar anúncios com até seis meses de antecedência. O recurso foi usado mais de 500 milhões de vezes, segundo a empresa, e a atualização mais recente permitirá que os viajantes pesquisem novos anúncios que estão “fora da rede” e fora do radar. Durante a pandemia, os viajantes migraram dos grandes centros urbanos, optando por destinos de férias mais próximos de casa e em áreas rurais.

Mas estadias prolongadas também são populares nas cidades durante as férias, e a hospedagem alternativa oferece uma experiência diferente do que ficar um mês em um hotel. O Airbnb teve um aumento de 68% em estadias de longa duração durante os períodos de férias e recesso em comparação com as reservas de 2019, disse Blecharczyk.

PUBLICIDADE

“Se as cidades querem capturar esses visitantes em potencial e fazer parte dessas novas tendências, acho que o Airbnb é uma infraestrutura singular que vai permitir isso”, disse ele.

Os 4 milhões de anfitriões do Airbnb também estão recebendo atualizações, incluindo o AirCover, um programa de seguro que oferece US$ 1 milhão em proteção contra danos e US$ 1 milhão em cobertura de responsabilidade civil, bem como proteção contra perda de receita e limpeza profunda.

Em um esforço para recrutar ainda mais anfitriões para atender à crescente demanda, o Airbnb vai colocar seus “superhosts” mais experientes em contato com aqueles que têm dúvidas sobre como abrir suas casas aos hóspedes. O Airbnb está expandindo seu programa “Ask a Superhost” (Pergunte para um superhost) para mais de 30 idiomas em quase 200 países.

“Quando o anfitrião está começando, surgem muitas dúvidas e o que é mais reconfortante do que ler sobre o assunto em nosso site é poder conversar com alguém que está realmente com a mão na massa”, disse Blecharczyk.


Veja mais em Bloomberg.com

PUBLICIDADE

Leia também

Lisboa, a Miami europeia dos brasileiros

Pandemia rompe velhos hábitos, abre espaço para inovação