promo
Mercados

Wall Street tem novo recorde e dólar recua após anúncio do Fed

Bolsa de Nova York terminou sessão com alta de 0,29% no índice Dow Jones e de 0,65% no S&P 500

Tempo de leitura: <1 minuto

Bloomberg Línea — As bolsas americanas fecharam com novo recorde após o Federal Reserve anunciar o início da retirada de estímulos monetários neste mês, sinalizar que não tem pressa para subir os juros e que a política monetária segue acomodatícia. Além da relativa tolerância do Fed com a inflação, os investidores seguem confiantes com o resultado das empresas no terceiro trimestre mostrando margens preservadas em meio a pressão de aumento de custos e boas perspectivas para os ganhos ao último trimestre deste ano e início de 2022.

  • Na bolsa de Nova York, o índice Dow Jones fechou com ganhos de 0,29%, marcando 36.157 pontos, novo recorde histórico. Já o S&P 500, que operava em baixa durante a maior parte do dia, reverteu o movimento após a decisão do Fed e terminou o dia com alta de 0,65%, totalizando 4.660,6 pontos, também uma nova máxima.
  • Na Nasdaq, o otimismo foi ainda maior e o principal índice terminou a sessão com alta de 1,04%, marcando 15.811,6 pontos, novo recorde histórico.
  • No mercado de câmbio, o índice Bloomberg Dollar Spot recuou 0,3%. O euro tinha alta de 0,3%, negociado a US$ 1,1608 no horário de fechamento do pregão regular nos EUA. A libra esterlina subia 0,5% para US$ 1,3682 e o iene seguia estável, valendo 113,99 unidades por dólar.
  • Na renda fixa, o rendimento dos Tresauries de dez anos subiu 3 pontos para 1,58%.

O Fed ira reduzir as compras mensais de títulos em US$ 15 bilhões a partir de novembro, mas poderá acelerar ou desacelerar esse ritmo a depender das condições financeiras. O presidente Fed, Jerome Powell, afirmou que o banco central americano será paciente para aumentar as taxas de juros, mas afirmou que poderá atuar se for necessário para controlar a inflação. “Achamos que podemos ser pacientes. Se houver necessidade de uma resposta, não hesitaremos”, disse.

-- Com informações da Bloomberg News

Leia também

Powell diz que ainda não é hora de pensar em subir juros


Toni Sciarretta

Toni Sciarretta

News director da Bloomberg Línea no Brasil. Jornalista com mais de 20 anos de experiência na cobertura diária de finanças, mercados e empresas abertas. Trabalhou no Valor Econômico e na Folha de S.Paulo. Foi bolsista do programa de jornalismo da Universidade de Michigan.