Mercados

Chilena Cotalker levanta US$ 3,2 milhões e muda a sede para Miami

A empresa vê o mercado americano como um melhor ajuste para seus produtos de fluxo de trabalho porque o mercado está mais orientado para o processo e pronto para a digitalização.

Nicolás Durán, co-fundador e CEO da Cotalker, em seus escritórios em Wynwood, Miami.
Por Marcella McCarthy (Brasil)
03 de Novembro, 2021 | 08:00 am
Tempo de leitura: 2 minutos

Miami — A Cotalker, uma ferramenta de gestão de fluxo de trabalho chilena, anunciou hoje a conclusão de uma rodada de investimento semente (seed) de US$3,2 milhões. A empresa torna mais fácil para os funcionários, especialmente aqueles que trabalham na rua, comunicar-se e completar processos administrativos por meio de um aplicativo.

“Quando começamos, percebemos que tudo era via WhatsApp, mas o WhatsApp não é feito para processos, é feito para comunicação. Mas então todas as informações eram armazenadas no telefone do funcionário, que não funciona para a empresa”, disse Nicolás Durán, o cofundador e CEO da empresa.

A Cotalker vai atrás de setores que considera “dinossauros”, como postos de gasolina, portos, mecânicos, corretores imobiliários e bancos, para citar algumas.

“Normalmente quando começamos com uma empresa, começamos com uma aplicação de uso, mas, quando eles começam a ver o valor disso, solicitam outras aplicações e começam a integrar tudo em uma plataforma”, disse Durán. A Cotalker oferece atualmente a digitalização de 1-4 fluxos de trabalho. “Assim, um cliente pode começar com um valor de 1x, mas pode terminar com um valor 4x”, disse Durán.

PUBLICIDADE

A empresa ganha dinheiro cobrando uma taxa de assinatura para cada membro individual da equipe que usa o software, numa abordagem em três níveis, dependendo de quais opções um cliente quer.

A Cotalker tem atualmente 28 funcionários e cerca de 30 mil usuários individuais.

A empresa, que começou no Chile em 2016, recentemente mudou sua sede para Miami com planos de continuar a expansão no mercado da América Latina, bem como entrar no mercado americano. Essa rodada de investimento será utilizada para essa finalidade. Durán disse que acha que o mercado norte-americano está mais pronto para seu produto.

A rodada foi liderada pela Genesis Ventures, do qual escrevemos em agosto, com a participação da Weboost, do escritório da família Amarena, e da Indeed Ventures.

PUBLICIDADE

“As empresas norte-americanas são mais orientadas para o processo. Na América Latina, as empresas não estão centradas no processo; elas querem digitalizar, mas ainda não descobriram o processo, o que torna o ciclo de vendas mais longo, porque temos que descobrir o processo antes de digitalizá-lo”, acrescentou ele.

A empresa agora experimenta um ciclo de vendas de 3 meses sem “nenhuma agitação”, acrescentou Durán disse que experimentou uma taxa de crescimento de 100% ano a ano em 2020. No Chile, a empresa diz controlar 80% do mercado de postos de gasolina, e seus clientes incluem a Copec e a Petrobras.

Dev shop

Durán é um empreendedor em série e antes possuía e dirigia uma loja de desenvolvimento de software no Chile com seu agora cofundador, Hans Buckel. Ele notou duas coisas: 1) As pessoas faziam tudo através do WhatsApp; 2) Como uma pessoa que tem dificuldade de concentração, ele precisava que tudo fosse muito estruturado e orientado para o processo. Estas duas idéias deram-lhe a idéia para Cotalker. Ele e Buckel, junto com outro amigo, Edward Alvarado, que dirigia uma loja de desenvolvimento de software separada, uniram forças para abrir a empresa.

Leia também

Governo Biden anuncia medidas contra a emissão de gás metano no mundo

DiCaprio fura cerco e participa de discussões sobre emissão de metano

Marcella McCarthy

Marcella McCarthy (Brasil)

Jornalista americana/brasileira especializada em tech e startups com mestrado em jornalismo pela Medill School na Northwestern University. Cobriu America Latina, Healthtech e Miami para o TechCrunch e foi fundadora e CEO de um startup Americano na área de EdTech. Baseada em Miami.