PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Tesla desaba após Musk colocar em dúvida encomenda da Hertz

Automobilística teve valorização de mais de US$ 300 bilhões após notícia de encomenda de 100 mil carros elétricos

Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — A Tesla Inc. está pronta para devolver parte do ganho de mais de US$$ 300 bilhões em valor de mercado, desde que a Hertz Global Holdings Inc. anunciou uma encomenda enorme de seus veículos elétricos, após Elon Musk lançar dúvidas sobre o negócio e minimizar seu potencial.

A fabricante do Modelo 3 ainda não assinou um contrato com a Hertz, escreveu o CEO em um tuíte, respondendo a uma conta do fã-clube que agradecia à pessoa mais rica do mundo pelo ganho de segunda-feira em ações da Tesla. Musk também disse que, como a Tesla tem demanda de mais veículos do que pode produzir, o acordo com a Hertz “tem efeito zero em nossa contabilidade”.

PUBLICIDADE

As ações da Tesla chegaram a desabar até 6,9% antes do início das negociações nesta terça-feira. No fechamento dos negócios, os papéis terminaram com baixa de 3,03%, negociados a US$ 1.172 cada. As ações dispararam 50,14% nos últimos 30 dias.

Veja também: Como a ficção científica e a angústia de meados do século moldaram Elon Musk

O anúncio inicial da Hertz de que havia encomendado 100 mil Teslas custando cerca de US$ 4,2 bilhões fez com que as ações do fabricante de EV subissem 13% em 25 de outubro e seu valor de mercado atingisse US$ 1 trilhão pela primeira vez. As ações continuaram subindo em todas as sessões, exceto em uma de cinco, com a Tesla fechando com um recorde na segunda-feira em Nova York. As ações da Hertz, que são negociadas no mercado de balcão antes de uma nova listagem na Nasdaq, subiram 38% desde o início da semana passada.

PUBLICIDADE

O pedido de 100 mil veículos é equivalente a cerca de um décimo do que a Tesla pode produzir anualmente. A Hertz, sediada na Flórida, disse que pagará o preço integral.

“O interesse inicial está excedendo nossas expectativas”, disse o CEO interino da Hertz, Mark Fields, na semana passada, enquanto o tráfego para o site da empresa disparava, especialmente para seu portal de aluguel de veículos Tesla. “Isso mostra que nossa mensagem foi transmitida.”

O tweet de segunda-feira não foi a primeira vez que Musk questionou a reação do mercado ao negócio da Hertz. Ele escreveu em 25 de outubro que a mudança no valuation da Tesla foi “estranha” porque ele disse que a empresa enfrenta problemas com a produção, não com a demanda.

PUBLICIDADE

Ele também já minimizou o valor das ações da Tesla antes, dizendo em tuíte de maio de 2020 que o preço das ações estava “muito alto” em sua opinião.

(atualizado às 18h com cotações do fechamento do pregão regular)

Veja mais em bloomberg.com

PUBLICIDADE

Leia também

Musk desafia pedido das Nações Unidas sobre combate à fome mundial

Elon Musk se tornará o primeiro trilionário com SpaceX, diz Morgan Stanley

PUBLICIDADE



PUBLICIDADE