PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Negócios

‘O mundo não vai parar para te fazer carinho’, diz investidora-anjo

Eleita uma das 500 personalidades mais influentes da América Latina pela Bloomberg Línea, Camila Farani busca aumentar presença de mulheres em cargos de liderança no mercado

"Reconhecimento pela Bloomberg Línea veio num momento muito importante, principalmente como mulher no Brasil"
17 de Outubro, 2021 | 08:04 am
Tempo de leitura: 2 minutos

São Paulo — Com uma bagagem de mais de R$ 40 milhões investidos em diferentes frentes e única mulher reconhecida como melhor investidora-anjo pelo Startup Awards em 2016 e 2018, Camila Farani não poupa orgulho e sorrisos em contar sobre como foi da tabacaria de sua família a uma das principais investidoras do reality de empreendedores Shark Tank. Em entrevista à Bloomberg Línea, a sócia fundadora da G2 Capital conta que muitas vezes se viu como a única mulher em salas de negociação - e, ainda hoje, é a única presença feminina no conselho da fintech PicPay.

PUBLICIDADE

Sócia de uma venture capital em Miami, a GAA Investments, Camila também é especialista em lideranças femininas. “Se eu fizer um recorte para 18 anos atrás, quando não tínhamos sequer conselhos de mulheres, não tinham grupos, hoje eu vejo um cenário extremamente mais positivo, mas ainda desafiador. Em 21% das equipes de tecnologia no país não tem sequer uma mulher”, disse. “Mas se eu ficasse presa a estatísticas, eu não estaria aqui falando com você.”

Como recado a mulheres, Camila diz que as líderes femininas que estão capitaneando equipes devem “chamar a responsabilidade para si para engajar mais mulheres sempre, trazer mais mulheres”.

PUBLICIDADE

Um grande diferencial na minha vida, e que eu vejo nas pessoas da lista da Bloomberg Línea, é entender que o mundo não vai parar para te fazer carinho, mas a forma que você reage a isso que faz a diferença

Camila Farani

Na tentativa de expandir a presença feminina nas companhias, a empresária carioca fundou o Ela Vence, uma plataforma que atua no desenvolvimento de lideranças femininas. A expectativa é de que o projeto alcance mais de 1,1 milhão de pessoas até 2022. Ela também faz parte do grupo Mulheres do Brasil, encabeçado pela empresária presidente do conselho de administração do Magazine Luiza, Luiza Trajano - quem Camila aponta como um de seus exemplos de mulher empreendedora.

Camila é advogada de formação, com especialização em empreendedorismo pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT), e foi reconhecida pela Association for Private Capital Investment in Latin America (Lavca) como uma das principais investidoras da região em 2020. Em dez anos como investidora, ela tem mais de 40 startups em seu portfólio, entre investimentos feitos por meio de suas empresas e individuais, que somam cerca de R$ 40 milhões, em negócios que movimentam cerca de R$ 1 bilhão por ano. Em seu currículo, acumula ainda uma cadeira no conselho da healthtec Laura e é sócia do Banco Modal.

Entrada em novos negócios

Quanto aos seus investimentos, Camila revela que não olha somente para o produto das companhias que buscam sua parceria. “Antes de mais nada, quero entender o racional por trás de tudo.”

Olho a pessoa que está por trás, o nível de complementaridade dos fundadores, o quanto são comprometidos com o negócio e a visão estratégica de crescimento. Não estou muito preocupada deles terem um conhecimento tão profundo, eles não precisam ter todas as respostas, nem eu tenho.

Camila Farani

Camila foi eleita uma das 500 personalidades mais influentes da América Latina pela Bloomberg Línea no início deste mês, pelo trabalho que faz como investidora e liderança feminina. “Esse reconhecimento pela Bloomberg Línea veio num momento muito importante, principalmente como mulher no Brasil”, disse a empresária.

“Eu invisto negócios que tenham escala, mercado grande o suficiente, mas que antes de mais nada que tenham pessoas extremamente apaixonadas, alucinadas, obcecadas pelo que fazem.”

Kariny Leal

Kariny Leal

Jornalista carioca, formada pela UFRJ, especializada em cobertura econômica e em tempo real, com passagens pela Bloomberg News e Forbes Brasil. Kariny cobre o mercado financeiro e a economia brasileira para a Bloomberg Línea.