promo
Internacional

Petróleo mantém rali após relatório da IEA

Preços recordes do gás podem forçar um aumento no consumo de petróleo de cerca de 500 mil barris por dia nos próximos seis meses, declarou a Agência Internacional de Energia

Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O petróleo WTI passou os US$ 81 o barril depois que a Agência Internacional de Energia (IEA) declarou que a escassez de gás natural está aumentando a demanda por petróleo.

O ministro de Energia da Arábia Saudita, príncipe Abdulaziz bin Salman, reiterou a necessidade da OPEP e seus aliados adotarem uma abordagem gradual para aumentar o abastecimento. Ele disse que o mercado de petróleo estará equilibrado até o final do ano, mas reiterou que o grupo terá um 2022 desafiador.

A recuperação do petróleo nos últimos meses foi ressaltada por ganhos mais amplos nos preços da energia. A diretora de mercados de petróleo da IEA, Toril Bosoni, sugeriu que o mercado de petróleo deve permanecer firme durante meses, enquanto o Bank of America fala em um potencial de US$ 100 o barril.

“Os riscos para o mercado de petróleo estão apontando claramente para cima nas próximas semanas”, disse Warren Patterson, diretor de estratégia de commodities do ING Groep. “O equilíbrio global continua a apertar, enquanto o potencial para novas substituições de gás por petróleo sugere um mercado ainda mais pressionado.”

Preços:

  • O WTI para entrega em novembro aumentou US$ 1,19, a US$ 81,63 o barril às 10h02, horário de Brasília
  • O Brent para dezembro subiu 1,6% para US$ 84,47

Enquanto isso, o American Petroleum Institute relatou um conjunto misto de números de estoques. Os estoques de petróleo bruto em todo o país cresceram, mas os do principal polo de Cushing, Oklahoma, caíram drasticamente, assim como a gasolina e os suprimentos de destilados, segundo fontes.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Petrobras supera R$ 30 com defesa de privatização e venda de ativos

Shell e PetroReconcavo vão fornecer gás natural na Paraíba

A recuperação está descarrilando? Temporada de balanços pode responder