promo
Mercados

Na véspera de IPO, Nubank divulga o primeiro lucro desde o lançamento

Resultado decorre do crescimento das receitas de intermediação financeira, que somaram R$ 4 bilhões no primeiro semestre - 92% superior ao obtido no mesmo período do ano anterior

Tempo de leitura: 1 minuto

São Paulo — Na véspera de uma aguardada oferta inicial de ações (IPO), o Nubank reportou o seu primeiro lucro desde o lançamento há oito anos. A fintech, que começou com emissora de cartões, reportou lucro líquido de R$ 76 milhões no primeiro semestre no Brasil.

Descontando as despesas nesse segmento de negócio, o resultado da intermediação financeira atingiu R$ 1,8 bilhão - alta de 98% na mesma comparação.

O Nubank ressalta, em post no blog do site, que os números apresentados se referem somente às operações no Brasil, concentradas na Nu Pagamentos S.A e suas subsidiárias. “Esses números não incluem as operações do nosso controlador indireto final, a Nu Holdings Ltd., tampouco as operações das suas subsidiárias fora do Brasil, como as no México e na Colômbia”, diz Guilherme Lago, CFO do Nubank.

Na divulgação, o Nubank destaca ainda que encerrou junho com mais de 41 milhões de clientes, crescimento de 25% em relação ao semestre anterior e de 60% nos últimos 12 meses. “Isso significa em média mais de 40 mil clientes por dia”, disse Lago.

Os clientes do Nubank movimentaram R$ 92 bilhões em transações no período, alta de 105% em relação ao mesmo período do ano passado.

“Em resumo, o primeiro semestre de 2021 foi mais um reforço de que seguimos no caminho certo ao colocar nossos clientes no centro de tudo o que fazemos. Crescemos com foco nos clientes, desenvolvemos novos produtos e serviços e chegamos a ainda mais pessoas”, disse Lago, no post.

O Nubank planeja abrir o capital ainda neste ano na Nasdaq, as depender das condições de mercado. A instituição recebeu um aporte de US$ 500 milhões da Berkshire Hathaway, de Warren Buffett no início de 2021, e pode chegar à Nasdaq com um valor de mercado entre US$ 75 bilhões e US$ 100 bilhões.

Leia também

Petrobras supera R$ 30 com defesa de privatização e venda de ativos

Shell e PetroReconcavo vão fornecer gás natural na Paraíba

A recuperação está descarrilando? Temporada de balanços pode responder

Toni Sciarretta

Toni Sciarretta

News director da Bloomberg Línea no Brasil. Jornalista com mais de 20 anos de experiência na cobertura diária de finanças, mercados e empresas abertas. Trabalhou no Valor Econômico e na Folha de S.Paulo. Foi bolsista do programa de jornalismo da Universidade de Michigan.