promo
Mercados

IPOs resistem a mercado volátil da Europa

IPOs levantaram mais de US$ 73 bilhões nas bolsas europeias este ano, em comparação com os US$ 53 bilhões em vendas de participações, segundo dados Bloomberg

Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — As ofertas públicas iniciais (IPO) na Europa estão ultrapassando as vendas de participações pela primeira vez desde 2018, à medida que novas listagens continuam desafiando a recente volatilidade do mercado que impede grandes detentores de oferecer ações.

As empresas correram para abrir capital ao longo deste ano, mas as vendas de participações foram mais irregulares. Um rali das ações europeias levou vários grandes detentores a realizarem lucros em maio e no início de setembro, mas no momento essas ofertas foram interrompidas em meio ao aumento dos riscos de mercado.

“Obviamente, semanas como as que tivemos no final de setembro e início de outubro, quando a maioria das telas estava no vermelho, não oferecem muito conforto para lançar um bloco”, disse Fabian De Smet, chefe do banco de investimento Berenberg na Europa continental.

Agora, este é um mercado de compradores para IPOs e ofertas secundárias, disse. “Os vendedores podem ter de engolir um desconto maior e deixar um pouco mais para os investidores”.

Veja mais: B3 deve fechar outubro com apenas uma nova listagem de companhia

O boom de listagens da Europa está mostrando seus pontos fracos, com a varejista de eletrônicos holandesa Coolblue, que, na quarta-feira (13), foi acrescentada a uma pilha cada vez maior de negócios cancelados. E muitas das ações dos IPOs mais populares do ano passado estão sendo negociadas abaixo de seu preço de emissão, em uma rotação longe de ativos de alto crescimento.

Ainda assim, pelo menos 13 novos IPOs foram anunciadas em toda a Europa apenas nos últimos sete dias. Na quinta-feira (14), a fabricante de kits de reparo industrial Rubix Group e a startup de tecnologia de vendas automotivas MotorK lançaram suas listagens.

“A atratividade relativa das valuations nos mercados listados em comparação com outras opções de exit, como M&A” continua conduzindo o mercado de IPOs, disse François-Olivier Mercier, chefe do consórcio de mercados de capital acionário do UBS Group AG para a Europa, Oriente Médio e África.

Veja mais em Bloomberg.com