promo
Mercados

Ibovespa volta do feriado em alta com expectativa por precatórios

Bolsa brasileira se descola do exterior misto e avança, com esperanças de que agenda doméstica favoreça; nos EUA, ações de tecnologia são destaques de alta

Tempo de leitura: 1 minuto

São Paulo — O Ibovespa tem uma volta do feriado tranquila, operando em alta na primeira hora de pregão, com expectativa de avanços na agenda doméstica, após falas do presidente da Câmara Arthur Lira. Nos Estados Unidos, as ações de tecnologia apresentam desempenho superior após dados mostrarem um aumento mais rápido do que o esperado nos preços ao consumidor (CPI) no mês passado, que ajudou as empresas para lidar com essas pressões de preços.

  • Perto das 11h, o principal índice da B3 subia 0,17%, a 112.371 pontos
  • O dólar subia 0,29%, para R$ 5,571, enquanto a curva de juros tem desempenho misto. O DI para janeiro próximo subia de 7,272% para 7,290%. Já o vencimento para janeiro de 2027 caía de 10,510% para 10,440%
  • Nos EUA, o S&P 500 caía 0,40% e o Dow Jones 0,72%, enquanto o Nasdaq subia 0,11%

Contexto

O Ibovespa apresentava leve tom de alívio após Arthur Lira dizer, conforme agências, que a PEC dos Precatórios deve ter uma vitória tranquila no plenário na próxima semana - o que seria uma vitória para o governo. Além disso, Lira também mencionou os altos preços do gás de cozinha e criticou o monopólio da Petrobras.

As ações da estatal operam em movimentos mistos na manhã de hoje: Petrobras PN (PETR4) caía 0,44%, enquanto a ON (PETR3) subia 0,10%.

Lá fora, as gigantes Microsoft e Amazon lideravam os ganhos no Nasdaq 100 de alta tecnologia, enquanto o S&P 500 oscila. Investidores ainda digerem os dados mostraram que o índice de preços ao consumidor (CPI) aumentou 0,4%, contra uma estimativa de um ganho mensal de 0,3%.

A questão de como a inflação afetará uma recuperação econômica nascente provavelmente dominará a discussão com o início da temporada de balanços. Os relatórios fornecerão uma medida de como as empresas estão lidando com os problemas da cadeia de suprimentos e custos crescentes, enquanto o crescimento econômico está desacelerando e os bancos centrais começam a reduzir o estímulo pandêmico.

Apple era exceção entre as tecnológicas, despencando após a Bloomberg News informar que a empresa provavelmente reduzirá suas metas de produção do iPhone 13 projetadas para 2021. A Delta Air Lines reduziu o ritmo das perdas nas transportadoras americanas depois de dizer que o aumento dos preços do combustível de aviação é uma ameaça.

-- Com informações de Bloomberg News

Kariny Leal

Kariny Leal

Jornalista carioca, formada pela UFRJ, especializada em cobertura econômica e em tempo real, com passagens pela Bloomberg News e Forbes Brasil. Kariny cobre o mercado financeiro e a economia brasileira para a Bloomberg Línea.