Mercados

Ibovespa dispara, descolado do exterior, com blue chips em alta

Apesar da inflação já estar em dois dígitos, a alta do IPCA de setembro veio abaixo do esperado; Lá fora, os principais índices de ações oscilam, com dados fracos de emprego nos EUA

Os preços do WTI superaram os US$ 80 por barril pela primeira vez desde 2014, no fim da manhã de hoje
08 de Outubro, 2021 | 11:22 am
Tempo de leitura: 1 minuto

São Paulo — O Ibovespa vive uma sessão de bom humor na primeira hora de negociações, diferente dos mercados no exterior, que operam sob volatilidade. A alta dos preços do petróleo ajudam a impulsionar os papéis ligados à commodity, enquanto as ações dos bancos também acrescentam aos ganhos do índice. Os investidores ainda aproveitam as pechinchas, após as quedas das últimas sessões.

Nos Estados Unidos, os índices sofrem com os dados de emprego divulgados mais cedo, o Payroll, que mostraram que os empregadores criaram muito menos empregos do que o antecipado no mês passado. Embora seja improvável que o relatório impeça o Federal Reserve de anunciar cortes em sua compra de títulos no mês que vem, ele pode remover a pressão para que o banco central aumente as taxas de juros em breve.

Por aqui, no mercado de juros, as taxas curtas e mais longas têm forte baixa após o IPCA e o Payroll abaixo das expectativas.

  • Perto das 11h00, o Ibovespa subia 2,06%, a 112.865 pontos, perto da máxima de 112.943 pontos
    • Petrobras (PETR4), Itaú (ITUB4), Usiminas (USIM5) e Vale (VALE3) eram as maiores contribuições para a alta do índice
  • Dólar oscila e a curva de juros opera no vermelho. O câmbio caía 0,05%, a R$ 5,535. O DI para janeiro de 2022 recua de 7,256% para 7,24%, enquanto as para janeiro de 2023 passam de 9,19% para 9,035%. Já as para janeiro de 2025 recuam para 10,20% para 10% e as para janeiro de 2027 de 10,62% para 10,42%.
  • Nos EUA, o S&P 500 subia 0,13%, o Nasdaq, 0,08% e o Dow Jones, 0,09%

Contexto

O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) teve alta mensal de 1,16% em setembro, puxado pelos preços da energia e do botijão de gás. É o maior avanço para o mês desde setembro de 1994. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

PUBLICIDADE

A alta do preço do petróleo ajuda o humor doméstico. Os preços do WTI superaram os US$ 80 por barril pela primeira vez desde novembro de 2014, com a expectativa de aumento na demanda pela commodity, e estoques se apertando.

Enquanto isso, o cenário político segue monitorado de perto pelo mercado. Diante da pressão da ala política e do congresso pela prorrogação do auxílio emergencial, a equipe econômica agora faz campanha junto ao presidente Jair Bolsonaro para que, se essa for a solução, ela seja feita dentro do teto de gastos, de acordo com a Bloomberg. A Economia, no entanto, não desistiu do novo programa social e tem usado o argumento de que abandonar o teto trará consequências ainda maiores sobre o câmbio e a inflação.

-- Com informações de Bloomberg News

Kariny Leal

Kariny Leal

Jornalista carioca, formada pela UFRJ, especializada em cobertura econômica e em tempo real, com passagens pela Bloomberg News e Forbes Brasil. Kariny cobre o mercado financeiro e a economia brasileira para a Bloomberg Línea.

PUBLICIDADE