Negócios

BDRs da XP estreiam na B3 nesta segunda; entenda proporção

Mudança veio após a aprovação da XP Inc. e da XP Part, que foi incorporada pela XP na sexta em assembleias gerais das companhias

As ações serão negociadas sob o ticker XPBR31
04 de Outubro, 2021 | 10:35 am
Tempo de leitura: <1 minuto

Bloomberg Línea — Os certificados das ações da XP, listados na Nasdaq, passarão a ser negociados na bolsa brasileira nesta segunda-feira (4). A mudança veio após a aprovação da XP Inc. e da XP Part, que foi incorporada pela XP na sexta em assembleias gerais das companhias.

  • A proporção de troca acordada é de uma ação da XP para cada 43,3 ações da XPart, que será extinta
  • As ações serão negociadas sob o ticker XPBR31
  • Será o maior volume de BDRs de uma única companhia na bolsa, segundo a B3

Veja mais: Nasdaq derrete e pressiona ações de Stone, PagSeguro e XP

Com a cisão, decidida pelo Itaú no ano passado, cerca de 90 milhões de ações da empresa passarão a ser negociados na B3. Com isso, investidores brasileiros poderão ter acesso direto aos papéis da XP.

Os cerca de 500 mil acionistas do Itaú receberão esses títulos que correspondem às ações da XP. A Itaúsa (ITSA4), holding que detém o controle do Itaú, terá com isso uma fatia de cerca de 15%. Na prática, isso significa que a companhia poderá indicar membros ao conselho de administração e Comitê de Auditoria da XP.

PUBLICIDADE

Leia também

Startup da Embraer, Eve recebe novo pedido de 100 ‘carros voadores’

PUBLICIDADE