Estilo de vida

Consumidores recorrem a brinquedos no confinamento e dobram lucro da Lego

Famílias aumentaram os gastos com bens de consumo enquanto ficavam em casa, e a Lego emergiu no ano passado como campeã da pandemia, registrando lucros e vendas recordes

Consumidores recorreram aos tão conhecidos bloquinhos para entreter as crianças presas em casa
Por Christian Wienberg
28 de Setembro, 2021 | 05:24 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O lucro da Lego mais que dobrou no primeiro semestre, já que os consumidores se voltaram para os tão conhecidos bloquinhos para entreter as crianças presas em casa.

O lucro líquido da companhia aumentou 140%, para 6,3 bilhões de coroas suecas (US$ 990 milhões), informou a fabricante de brinquedos, sediada no oeste da Dinamarca, na última quarta-feira (22). A receita da companhia avançou 46%.

Famílias em todo o mundo aumentaram os gastos com bens de consumo enquanto ficavam em casa, e a Lego emergiu no ano passado como campeã da pandemia, registrando lucros e vendas recordes. Na semana passada, a companhia disse que seu desempenho recebeu um impulso adicional menos relacionado a restrições impostas pela Covid em comparação com 2020, já que as fábricas puderam passar a operar sem interrupções e a maioria das lojas reabriu.

“Ao olharmos para o segundo semestre de 2021, continuamos a ver uma forte demanda por nossos produtos”, afirmou o CEO, Niels B. Christiansen, em um comunicado. “No longo prazo, esperamos que o crescimento da receita se estabilize em níveis mais sustentáveis à medida que as pessoas voltem aos padrões de gastos anteriores à pandemia”.

PUBLICIDADE

A empresa, que é controlada pela família do bilionário Kjeld Kirk Kristiansen, informou que os produtos mais vendidos incluem sua clássica série Lego City, bem como as caixas com temas inspirados nos filmes Star Wars e Harry Potter.

Estes foram alguns dos destaques do balanço:

  • As vendas ao consumidor cresceram 36%, ultrapassando a indústria e impulsionando o crescimento da participação em todos os principais mercados
  • O lucro operacional saltou 104% para 8 bilhões de coroas
  • A Lego disse que abriu 60 novas lojas da marca no período, sendo mais de 40 delas na China.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE

Nos EUA, pesquisa sugere que pais estão no limite com seus filhos

Instagram não é lugar para crianças

Lego