Mercados

Kaplan e Rosengreen deixam Fed após revelações embaraçosas sobre ações

Autoridades consideradas mais favoráveis ao aperto monetário decidem se aposentar no momento que o BC americano calibra retirada de estímulos

Robert Kaplan, do Fed de Dallas, decide se aposentar
Por Catarina Saraiva e Craig Torres
27 de Setembro, 2021 | 08:03 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — Dois presidentes regionais do Federal Reserve estão se aposentando após revelações embaraçosas sobre negociação de ações no ano passado, removendo algumas das autoridades mais hawkish [favorável ao aperto] do banco central americano enquanto ele calibra a retirada dos estímulos à política pandêmica.

O chefe do Fed de Boston, Eric Rosengren, e Robert Kaplan, de Dallas, anunciaram separadamente na segunda-feira planos de deixar o cargo. Rosengren partirá no final desta semana e Kaplan em 8 de outubro.

“Infelizmente, o foco recente em minha divulgação financeira corre o risco de se tornar uma distração para a execução desse trabalho vital pelo Federal Reserve”, disse Kaplan em um comunicado enviado por e-mail pelo Fed de Dallas. “Por esse motivo, decidi me aposentar.”

Rosengren disse que estava se aposentando antecipadamente devido a um problema de saúde e revelou que era elegível para um transplante de rim desde junho de 2020.

PUBLICIDADE

“A saída deles eliminará dois dos nove funcionários mais hawkish do Fed que viram um aumento nas taxas em 2022″, escreveu Krishna Guha, chefe de estratégia do banco central da Evercore ISI, em uma nota a clientes.

As saídas também devem aliviar a pressão sobre o presidente do Fed, Jerome Powell, que testemunha perante um painel do Senado nesta terça-feira, e “reduz o risco de que esta controvérsia possa dificultar sua renomeação como presidente do Fed”, disse Guha.

O mandato de Powell no comando do Fed termina em fevereiro e o presidente Joe Biden deve decidir neste outono se o reconduzirá ou escolherá outra pessoa. Autoridades reunidas na semana passada sinalizaram que poderiam começar a reduzir as compras de títulos em breve e as projeções mostraram que 9 de 18 membros preferem o aumento das taxas de quase zero já em 2022.

Negociação de ações

PUBLICIDADE

Tanto Kaplan quanto Rosengren foram criticados nas últimas semanas depois que suas declarações financeiras de 2020, divulgadas recentemente, mostraram que eles mantinham e negociavam ativos financeiros enquanto o Fed estava apoiando ativamente os mercados durante a crise pandêmica. As divulgações trouxeram críticas generalizadas a potenciais conflitos de interesse.

Kaplan, que liderou o Fed de Dallas por seis anos e foi anteriormente um executivo sênior do Goldman Sachs Group Inc., conduziu várias transações de mais de US $ 1 milhão no ano passado. Ambos os dirigentes do Fed disseram no início deste mês que venderiam todas as ações individuais até 30 de setembro, embora tivessem cientes das regras e diretrizes éticas do Fed.

As divulgações levaram Powell a anunciar que a equipe do Fed daria uma nova olhada nas regras internas de ética do banco central sobre investimentos financeiros e atividades de funcionários mais graduados.

Powell, questionado sobre a negociação durante uma coletiva de imprensa após uma reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto em 22 de setembro, não disfarçou sua frustração com o incidente.

“Ninguém no FOMC está feliz por estar nesta situação, por ter essas questões levantadas. É algo que levamos muito, muito a sério“, disse ele.

Kaplan e Rosengren renunciaram por vontade própria, sem pressão do conselho de governadores, de acordo com uma porta-voz do Fed em Washington.

PUBLICIDADE

Meredith Black, atualmente a primeira vice-presidente do Fed de Dallas, vai adiar sua aposentadoria e servir como presidente interina. Kenneth Montgomery, de Boston, o primeiro vice-presidente e diretor de operações do banco, servirá como presidente interino até que um sucessor de Rosengren seja escolhido.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

Vacina da Pfizer contra Covid é segura para adolescentes

PUBLICIDADE

Defensores da ivermectina elevam uso não comprovado para Covid

Presidente da Caixa testa positivo para Covid após viagem aos EUA

PUBLICIDADE