PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Agro

AgroGalaxy paga R$ 180 milhões e compra 80% da Agrocat

Em primeira aquisição pós-IPO, empresa assume o controle de distribuidora de insumos com base em Mato Grosso

Empresa abriu capital na bolsa em 26 de julho
08 de Setembro, 2021 | 08:49 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — Menos de dois meses após a abertura de capital (IPO, na sigla em inglês) na B3, a AgroGalaxy está indo às compras. Com o caixa ainda recheado, a empresa que atua no varejo de insumos agropecuários anunciou hoje sua primeira aquisição após o IPO, ao fechar por R$ 180 milhões a compra de 80% da Agrocat. Outros R$ 25 milhões podem ser acrescidos ao negócio caso algumas circunstâncias do contrato sejam atendidas.

Assim como a AgroGalaxy, a Agrocat atua no mercado de distribuição de insumos agropecuários. Nos últimos 12 meses encerrados em junho, a empresa com sede em Tangará da Serra (MT), registrou um faturamento de R$ 835 milhões, dos quais R$ 518 milhões provenientes da venda de insumos e outros R$ 317 milhões do comércio de grãos.

PUBLICIDADE

Veja mais: Confira quem abriu capital na Bolsa neste ano

Com 11 lojas, das quais oito em Mato Grosso e três em Rondônia, a empresa atua na venda de insumos de soja, milho, feijão, girassol e outras culturas, cobrindo uma área de aproximadamente quatro milhões de hectares. São aproximadamente 90 municípios atendidos pela rede.

“É um negócio transformacional para a companhia, que não só nos faz mudar de patamar em termos financeiros, mas que fortalece muito nossa presença em uma das regiões mais importantes para a agricultura brasileira e com um enorme potencial de mercado, que são os estados de Mato Grosso e Rondônia”, disse Welles Pascoal, CEO do AgroGalaxy.

PUBLICIDADE

Considerada uma das distribuidoras de insumos mais importantes do país, a Agrocat deve levar o faturamento da AgroGalaxy para quase R$ 6 bilhões, com base nos números do ano passado. As redes de lojas das duas empresas são complementares e, com a aquisição, permitirá que a AgroGalaxy expanda seus negócios para o oeste de Mato Grosso e Rondônia.

Leia também: Investidor em criptomoedas que apostou no Ether visa novo fundo de blockchain


Alexandre Inacio

Alexandre Inacio

Jornalista brasileiro, com mais de 20 anos de carreira, editor da Bloomberg Línea. Com passagens pela Gazeta Mercantil, Broadcast (Agência Estado) e Valor Econômico, também atuou como chefe de comunicação de multinacionais, órgãos públicos e como consultor de inteligência de mercado de commodities.