PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Receita da Robinhood com negociações de cripto sobe 4.560% no balanço de estreia

Ações recuam mais de 9% no aftermarket; criptomoedas responderam por cerca de 41% da receita no segundo trimestre

Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — A receita com negociação de criptomoedas da Robinhood disparou no segundo trimestre, à medida que os clientes investiam em ativos digitais como bitcoin, destacando a mudança de preferências de investidores individuais encorajados pelo livre comércio.

A corretora gerou US$ 233 milhões em receita com criptos no período, um aumento de 4.560% em relação aos US$ 5 milhões gerados um ano antes, disse a empresa em comunicado nesta quarta-feira (18) em seu primeiro balanço após o IPO.

PUBLICIDADE

O aumento acentuado reflete uma era exuberante para as moedas virtuais. Ele também destaca como Robinhood está lidando com várias prioridades à medida que cresce. Por volta de março de 2020, seu foco mudou das ofertas de cripto, à medida que a corretora se apressava em resolver interrupções no serviço e reclamações de clientes na negociação de ações e opções em meio a um aumento na volatilidade causado pela pandemia Covid-19.

“Estamos felizes em expandir o acesso por meio de produtos como o comércio de cripto sem comissões, que teve um forte crescimento neste trimestre entre as mulheres investidoras em particular”, disse o CEO Vlad Tenev em comunicado.

As criptomoedas responderam por cerca de 41% da receita de US$ 565 milhões da Robinhood no trimestre encerrado em 30 de junho, que mais que dobrou em relação ao mesmo período do ano anterior.

PUBLICIDADE

Rota pandêmica

O prejuízo de US$ 502 milhões do Robinhood, que estava próximo ao limite inferior de sua previsão anterior, se compara a um lucro de US$ 58 milhões no segundo trimestre do ano passado, quando os investidores de varejo mergulharam de volta nas ações após uma crise alimentada pela pandemia.

A movimentação de moeda virtual também reflete o aumento do apetite dos investidores por cripto neste ano em todo o setor. O bitcoin atingiu níveis recordes em abril e pairava acima de US$ 34.500 no final de junho. O preço estava perto dos US$ 9.000 na mesma época do ano passado.

PUBLICIDADE

As contas pagas na Robinhood alcançaram 22,5 milhões de clientes em 30 de junho, em comparação com cerca de 9,8 milhões um ano antes, de acordo com o comunicado.

Em um documento antes de sua oferta pública inicial de 29 de julho, a Robinhood previu que iria registrar um prejuízo de US$ 487 milhões a US$ 537 milhões e receitas de US$ 546 milhões a US$ 574 milhões. A perda que sofreu no período reflete as responsabilidades que assumiu ao levantar fundos de emergência de investidores no início deste ano, no auge da busca por ações memes, como a GameStop.

As ações da Robinhood tinham baixa de 9,2%, para US$ 45,21 pouco antes das 19h (20h em Brasília), no aftermarket.

PUBLICIDADE

A ação oscilou fortemente desde o IPO, caindo 8,4% no primeiro dia de negociação, antes de voltar com um ganho de 57% na semana seguinte. A volatilidade exibiu características associadas ao frenesi de ações memes que dominou os mercados no início do ano, impulsionado em parte pelos próprios clientes de Robinhood, muitos deles investidores novatos.

Leia mais em bloomberg.com

PUBLICIDADE