PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Agro

Minerva abre loja no iFood e mira venda direta ao consumidor

Empresa entra na briga pela venda online de carne e outros produtos e aumenta disputa com Marfrig e JBS, que já vinham atuando diretamente com o consumidor final

Minerva Foods lança loja própria dentro da plataforma e acirra a disputa com Marfrig e JBS por vendas online
17 de Agosto, 2021 | 12:32 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

São Paulo — A Minerva Foods, uma das maiores indústrias de processamento de carne bovina da América Latina, anunciou que quer estar mais perto do consumidor final. A empresa acaba de colocar em operação sua loja no iFood para vender diretamente cortes de carne in natura, pescados, azeite, frango empanado e batata congelada.

PUBLICIDADE

Chamada My Beef em Casa, a loja atenderá em um primeiro momento apenas alguns bairros de São Paulo, mas já tem planos de expansão, inclusive para outras plataformas de entrega. A iniciativa vai em linha com o que concorrentes já tem feito e busca reduzir a dependência do varejo convencional. No início de agosto, a Marfrig lançou uma plataforma própria para comercializar sua marca Bassi diretamente ao consumidor e, há mais tempo, a JBS já faz suas vendas diretas por meio de uma ampla rede de lojas da Swift.

“Estamos em busca de soluções cada vez mais digitais, com o objetivo de trazer novas possibilidades na experiência de compra na jornada de nossos consumidores. Além da praticidade e agilidade do My Beef em Casa, nossa loja online é também uma forma de ampliarmos nossa rede de distribuição, de estreitar ainda mais o relacionamento com o público B2C (business to consumer) e D2C (direct to consumer), facilitando o acesso do consumidor final aos produtos da Minerva Foods”, destaca André de Carvalho, Diretor de Negócios da Minerva Foods.

Alexandre Inacio

Alexandre Inacio

Jornalista brasileiro, com mais de 20 anos de carreira, editor da Bloomberg Línea. Com passagens pela Gazeta Mercantil, Broadcast (Agência Estado) e Valor Econômico, também atuou como chefe de comunicação de multinacionais, órgãos públicos e como consultor de inteligência de mercado de commodities.