Negócios

CVC troca CFO e compra VHC Hospitality, de locação para temporada, mirando expansão para Europa

Grupo traz Marcelo Kopel, ex-Itaú e Nubank, para o comitê-executivo e Fabio Cardoso, fundador da VHC, passará a ser o COO da VHC

Adquirida pela CVC, a VHC planeja alcançar 8 mil propriedades administradas até 2026, expandindo operações para o continente europeu
16 de Agosto, 2021 | 11:41 am
Tempo de leitura: 2 minutos

São Paulo — A CVC Corp, um dos maiores grupos de viagens da América Latina, oficializou, nesta segunda-feira (16), mudanças no seu comitê-executivo e a aquisição de 100% das operações da VHC Hospitality, que atua no mercado de aluguel de curto prazo e na administração de propriedades para temporada.

Marcelo Kopel foi anunciado como o novo diretor executivo de Finanças e de Relações com Investidores da CVC Corp. Segundo comunicado da companhia, o executivo assume a função no próximo dia 1º de setembro no lugar de Maurício Telles Montilha, que assumirá a presidência da VHC.

Já Fabio Cardoso, fundador e atual presidente da VHC, passará a ser o COO (Chief Operating Officer) da VHC. Marcelo e Maurício se reportam para o CEO da companhia, Leonel Andrade.

“Essa mudança ocorre no momento em que a companhia anuncia a compra dos 31% restantes da Camden Enterprise LLC., acionista controladora direta da VHC Hospitality, totalizando agora 100% da empresa”, informou a CVC.

PUBLICIDADE

Segundo recordou a companhia, Kopel desempenhou o papel de diretor financeiro e conselheiro de diversas instituições financeiras no Brasil, tais como Redecard, Citibank, Credicard, Bank of America e Banco ING. Mais recentemente, na passagem de cinco anos pelo Itaú Unibanco, ocupou posições de liderança nas áreas de cartões, financiamento e relações com investidores. No último ano, o executivo foi diretor financeiro do Nubank. Marcelo é graduado em administração de empresas pela Faap.

“Nos quase dois anos à frente da área de finanças, Montilha foi fundamental no processo de reavaliação e reconstrução da estrutura financeira da CVC Corp, tendo sido determinante no suporte à companhia frente às dificuldades produzidas pela pandemia da Covid-19 e seus relevantes impactos produzidos no setor de turismo. Realizou entregas extremamente relevantes, como a reestruturação da dívida da companhia, a gestão da estrutura de capital e aumentos de capital, a reavaliação de práticas contábeis e retificação de demonstrações financeiras passadas, bem como no aumento da transparência da CVC Corp com o mercado”, reconheceu o grupo.

Alto padrão

Com propriedades localizadas nos Estados Unidos, Brasil e República Dominicana, a VHC oferece serviços de alto padrão, de hospitalidade e de concierge para hóspedes e proprietários por meio de alta tecnologia, incluindo plataformas proprietárias, que suportam a jornada do cliente desde a reserva pelo “channel manager”, passando pelo check-in e contratação de serviços durante a estadia.

PUBLICIDADE

Segundo a CVC, a VHC busca alcançar 8 mil propriedades administradas até 2026, expandindo operações para o continente europeu e aumentando oferta nos destinos acima.

“A VHC é uma das principais iniciativas estratégicas da CVC Corp, sendo que a aquisição de todo seu capital possibilitará a expansão acelerada do negócio, segmento de mercado de mais de US$ 100 bilhões/ano, com rápido crescimento e opção crescente para muitos turistas, além de alta sinergia com as demais operações da CVC Corp, que irão comercializar este produto em seus canais de vendas”, comentou a companhia.

Sérgio Ripardo

Sérgio Ripardo

Jornalista brasileiro com mais de 25 anos de experiência, com passagem por sites de alcance nacional como Folha e R7, cobrindo indicadores econômicos, mercado financeiro e companhias abertas.

PUBLICIDADE