PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Brasil

“Apagão dos insumos” obriga Toyota a suspender produção de carros e conceder férias coletivas em Sorocaba

Interrupção das atividades começa no próximo dia 18 e vai até o dia 27; unidade de Porto Feliz, no interior paulista, também será parcialmente afetada pela paralisação em Sorocoba

Fábrica de Sorocaba produz os modelos Yaris (hatch e sedã), Corolla Cross e Etios (somente para exportação)
11 de Agosto, 2021 | 06:50 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

São Paulo — A Toyota do Brasil é a nova vítima do “apagão dos insumos”, que está afetando diferentes setores da economia. A montadora informou nesta quarta-feira (11) que realizará a suspensão temporária da produção em sua fábrica de Sorocaba (SP), onde são produzidos os modelos Yaris (hatch e sedã), Corolla Cross e Etios (somente para exportação) entre os dias 18 e 27 deste mês.

“Apesar de todos os esforços que temos realizado ao longo do tempo para gerenciar a falta de insumos que afeta a cadeia de suprimentos global, provocada pela pandemia de Covid-19, nesse momento uma parada é inevitável. Os colaboradores afetados pela paralisação entrarão em férias coletivas neste período, com o retorno às atividades programado para o dia 30 de agosto”, disse a montadora, especificando que a escassez é de atuador de freio.

PUBLICIDADE

A unidade de Porto Feliz (SP), responsável pela produção dos motores 1.3L e 1.5L do Yaris e Etios e do propulsor 2.0L TNGA do Corolla e Corolla Cross, também será parcialmente afetada.

“Porto Feliz produz motores para todos os veículos da Toyota. Como Sorocaba vai ser a única a parar, Porto Feliz vai ter sim impacto na produção devido à parada de Sorocaba, mas segue produzindo motores para o Corolla Sedã, que é feito em Indaiatuba”, informou a assessoria de imprensa da Toyota à Bloomberg Línea.

As demais unidades da Toyota no Brasil, localizadas em São Bernardo do Campo e Indaiatuba, permanecem com suas atividades normais.

Na semana passada, foi a vez da Marcopolo anunciar concessão de férias coletivas devido à escassez de insumos.

Sérgio Ripardo

Sérgio Ripardo

Jornalista brasileiro com mais de 25 anos de experiência, com passagem por sites de alcance nacional como Folha e R7, cobrindo indicadores econômicos, mercado financeiro e companhias abertas.