Internacional

EUA têm maior número de casos de covid em seis meses apesar de sucesso na vacinação

Flórida registrou 135 mil casos na semana e figura como epicentro das novas infecções no país

Hospitais do Arkansas têm forte movimento com pacientes infectados
Por Ian Fisher
07 de Agosto, 2021 | 07:50 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — Os novos casos de Covid-19 voltaram ao patamar diário médio de mais de 100 mil nos Estados Unidos, nível próximo do pico ocorrido no último inverno no país.

Os casos semanais na sexta-feira ultrapassaram 750m mil, o maior desde o início de fevereiro, de acordo com dados compilados pela Johns Hopkins University e a Bloomberg.

Quase 135 mil casos semanais foram relatados na Flórida na sexta-feira, um recorde para um estado que representa cerca de um em cada cinco casos nos EUA. Louisiana informou que 1% de toda a sua população foi infectada nas últimas duas semanas, à medida que a variante delta se espalha, principalmente entre os não vacinados.

Os casos estão aumentando mesmo com o ritmo de vacinação dos EUA começando a subir após meses de declínio, de acordo com o Bloomberg Vaccine Tracker, especialmente em estados duramente atingidos como Louisiana e Arkansas. A média diária de mortes mais que dobrou no mês passado, mesmo permanecendo bem abaixo dos níveis do inverno passado, com especialistas em saúde alertando que o ritmo de novas infecções pode desencadear mutações mais mortais.

PUBLICIDADE

“Claramente, o rumo foi muito ruim”, disse Anthony Fauci, conselheiro médico-chefe do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, em uma entrevista à Bloomberg Quicktake no início desta semana. “Contanto que você tenha o vírus circulando livremente na sociedade da maneira que está fazendo agora com 100 mil casos por dia, você dá ampla oportunidade para o vírus sofrer mutação.”

A variante delta, altamente contagiosa, que constitui a maior parte dos novos casos nos EUA, também piora e complica o quadro em todo o mundo.

Variante delta preocupa

O Reino Unido informou na sexta-feira que as hospitalizações de pacientes totalmente vacinados com a nova cepa estão aumentando, alertando as autoridades de que a imunizações não podem impedir que algumas pessoas fiquem gravemente doentes.

PUBLICIDADE

Nas últimas duas semanas, quase 35% dos hospitalizados tinham sido totalmente vacinados, em comparação com 55% dos que não foram vacinados, de acordo com um comunicado da Public Health England na sexta-feira. A variante delta é responsável por 99% dos casos no Reino Unido.

Enquanto isso, o surto continua se espalhando pela região da Ásia-Pacífico. Os casos em Sydney e Melbourne atingiram novos recordes. Já as infecções e mortes na Tailândia atingiram níveis jamais vistos, enquanto as autoridades filipinas alertaram sobre o aumento de infecções.

Nos EUA, as empresas e faculdades consideram exigir que as pessoas sejam vacinadas contra o vírus devido ao aumento dos casos, disse Fauci. Ele disse que se opõe a uma ordem federal de vacinação, mas que a velocidade de disseminação da Covid deve estimular as organizações privadas a pensar em exigir a imunização.

“Estou preocupado com o que está acontecendo agora e o que poderia acontecer se não conseguirmos controlar o vírus”, acrescentou.

- Com Madison Mills.


© 2021 Bloomberg L.P.

PUBLICIDADE