Mercados

Índices futuros sinalizam início de semana positivo nos mercados

Após baixa na sexta em Wall Street, pré-mercado na Ásia sugere sessão de recuperação na segunda-feira

Negócios começam em tom positivo na segunda-feira
Por Andreea Papuc
01 de Agosto, 2021 | 09:14 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — Os mercados de ações asiáticos iniciaram a semana próximo da estabilidade, enquanto os traders locais avaliam o peso do controle cada vez maior da China sobre uma série de setores e da possível interrupção da reabertura das economias locais devido ao avanço da variante delta da Covid-19.

Os futuros de ações subiram no Japão e na Austrália na segunda-feira, mas caíram em Hong Kong. Pequim está avançando com uma repressão a diferentes setores, desde tecnologia até reforço escolar e real state, levando a SEC (Comissão de Valores Mobiliários) dos Estados Unidos a interromper as ofertas públicas iniciais de empresas chinesas, aguardando melhores divulgações desses riscos. Sua contraparte chinesa pediu uma melhor comunicação para encontrar uma solução para o caso.

Já os contratos envolvendo ações dos EUA tiveram recuperação depois da baixa em Wall Street na sexta-feira, com a Amazon.com Inc. recuando em meio à preocupação com um possível encerramento do pico de ganhos de empresas de tecnologia.

Os rendimentos de títulos do Tesouro dos EUA de 10 anos recuaram para 1,20%. Os investidores estão debatendo se isso sinaliza uma fase mais lenta da recuperação da pandemia e um período mais difícil para os mercados.

PUBLICIDADE

As ações globais em julho completaram sua mais longa seqüência de alta desde 2018, mas o ritmo de ganhos foi o mais lento em seis meses de ganhos, minado pelas implicações de aperto regulatório de Pequim e preocupações sobre as perspectivas econômicas devido à alta inflação e à propagação da variante delta.

O presidente do Fed de Minneapolis, Neel Kashkari, disse no domingo que a nova cepa poderia impedir alguns americanos de procurar trabalho, potencialmente prejudicando a recuperação dos EUA.

“As ações permanecem sob o risco de uma correção de curto prazo ou volatilidade à medida que os casos de coronavírus aumentam globalmente, o medo da inflação continua e à medida que entramos em meses sazonalmente mais fracos, mas os lucros crescentes da empresa nos EUA e rendimentos de títulos mais baixos estão fornecendo suporte,” disse Shane Oliver, chefe de estratégia de investimento e economista-chefe da AMP Capital, em uma nota.

Os traders estarão examinando atentamente os dados de empregos dos EUA nesta semana, depois que os membros do Fed sinalizaram que o progresso do mercado de trabalho é uma das chaves para determinar o prazo para uma eventual redução no apoio de estímulo substancial.

PUBLICIDADE

Separadamente, um pacote de infraestrutura de US$ 550 bilhões está se aproximando da aprovação no Senado esta semana. No artigo mais recente sobre a pandemia, Anthony Fauci, o principal médico de doenças infecciosas dos EUA, disse que as vacinas da Covid-19 funcionam extremamente bem e que um retorno aos lockdowns de 2020 é improvável.

O petróleo foi negociado perto de US$ 74 o barril, já que as preocupações com o impacto da variante delta sobre a demanda de combustível diminuíram em meio à oferta global restrita.

Já o Bitcoin caiu para US$ 40 mil após atingir o preço mais alto desde meados de maio, em torno de US$ 41 mil no fim de semana.

Aqui estão alguns eventos importantes para acompanhar esta semana:

  • Entre os resultado financeiros, saem: Alibaba, BP, HSBC, Toyota, Uber, Roku, Moderna, KKR;
  • China Caixin PMI industrial na segunda;
  • BC da Austrália anuncia decisão de política monetária na terça;
  • Banco da Inglaterra (BoE) anuncia decisão de política monetária na quarta;
  • Banco de Reserva da Índica anuncia decisão de política monetária na quinta;
  • Presidente do BC da Australia, Philip Lowe, fala no Parlamento na sexta;
  • Relatório do emprego nos EUA sai na sexta;

Aqui estão os principais indicadores dos mercados

Bolsas:

PUBLICIDADE
  • futuros do S&P 500 sobem 0,4% no início da manhã em Tóquio, após o índice recuar 0,5% nos EUA na sexta;
  • futuros do Nasdaq 100 sobem 0,4% (baixa de 0,6% na sexta);
  • futuros do Nikkei 225 sobem 0,4%;
  • futuros do S&P/ASX 200 da Austrália sobem 0,5%;
  • futuros do Hang Seng recuam 0,2%

Câmbio

  • iene japonês é negociado a 109,71 por dólar;
  • offshore yuan é negociado a 6,4649 por dólar;
  • Bloomberg Dollar Spot Index segue estável;
  • euro é negociado a US$ 1,1869

Renda fixa

  • taxa dos Treasuries de 10 anos recuam 5 basis points para 1,22%

Commodities

  • petróleo WTI (West Texas Intermediate) é negociado a US$ 73,82 o barril;
  • ouro é negociado a US$ 1.814,20 a onça

Leia mais em Bloomberg.com

PUBLICIDADE