Brasil

Biomm recebe autorização para fase 3 de estudo clínico sobre medicamento contra Covid-19

Medicamento Leronlimab será testado em 35 centros de pesquisa com 612 pacientes

Medicamento da Biomm pode ser usado no tratamento contra os efeitos graves da Covid-19
02 de Agosto, 2021 | 10:35 am
Tempo de leitura: 1 minuto

São Paulo — A empresa brasileira de biotecnologia Biomm informou nesta segunda-feira (2) ter recebido autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o início da realização de estudo clínico fase 3 do Leronlimab, medicamento baseado em um anticorpo monoclonal leronlimab, que pode ser usado no tratamento contra os efeitos graves da Covid-19.

“O ensaio clínico será realizado em 35 centros de pesquisa com 612 pacientes que se encontram hospitalizados e com necessidade de suporte para oxigenação, tendo como objetivo impedir que a doença evolua para um caso mais grave, com necessidade de ventilação mecânica invasiva”, informou a farmacêutica sediada em Nova Lima, em Minas Gerais.

O ensaio será conduzido pela Academic Research Organization (ARO) do Hospital Israelita Albert Einstein, em colaboração com a CytoDyn, empresa norte-americana responsável pelo desenvolvimento do medicamento, e a Biomm, parceria exclusiva para a comercialização do leronlimab no Brasil.

“O leronlimab age para prevenir uma resposta excessiva do sistema imunológico de pacientes infectados com o novo coronavírus, reduzindo a superprodução de citocinas inflamatórias, também conhecidas como ‘tempestade de citocinas’. Esta tempestade inflamatória, que agrava a condição clínica significativamente, pode, muitas vezes, levar o paciente a óbito”, explica a empresa, em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

  • A Biomm estreou na B3, no ano passado, negociada sob o ticker BIOM3. Na sexta, a ação do laboratório fechou cotada em R$ 15,10, acumulando desvalorização de 2,2% no mês e de 4,97% em 12 meses.
  • Na abertura dos negócios desta segunda, o papel registrava alta de 2,65%, cotado a R$ 15,50, máxima do dia.
  • A companhia divulga seu resultado financeiro do segundo trimestre no próximo dia 13 de agosto.
Sérgio Ripardo

Sérgio Ripardo

Jornalista brasileiro com mais de 25 anos de experiência, com passagem por sites de alcance nacional como Folha e R7, cobrindo indicadores econômicos, mercado financeiro e companhias abertas.

PUBLICIDADE