Negócios

Desenvolvedora de softwares Sinqia compra negócio previdenciário da Mercer Brasil por R$ 35 mi

Com o fechamento do negócio, provedora paulista de tecnologia para o sistema financeiro prevê adicionar mais de 50 clientes, 100 colaboradores e uma receita líquida de R$ 32 milhões

Sinqia aposta na expansão dos serviços financeiros em plataformas digitais para crescimento da companhia com a oferta de soluções tecnológicas
27 de Julho, 2021 | 09:34 am
Tempo de leitura: 3 minutos

São Paulo — A Sinqia, provedora paulista de tecnologia para o sistema financeiro, anunciou, nesta terça (27), a aquisição do negócio de administração previdenciária da Mercer Brasil por até R$ 35 milhões, adicionando mais de 50 clientes, 100 colaboradores e uma receita líquida de R$ 32 milhões, de acordo com dados de 2020.

A transação inclui softwares e serviços voltados para entidades fechadas de previdência complementar, nas áreas de atendimento de participantes, contabilidade, tesouraria, risco e seguridade.

O preço de aquisição é composto por uma parcela à vista de até R$ 28 milhões, a ser paga no fechamento do negócio, e uma parcela a prazo de até R$ 7 milhões, dividida em cinco prestações anuais de até R$ 1,4 milhão, devidas a partir do 1º aniversário do fechamento.

Em fato relevante, divulgado na manhã desta terça, a companhia informou que sua controlada Sinqia Tecnologia e a Mercer Human Resource Consulting já assinaram um contrato de compra e venda de quotas para a aquisição de 100% do capital social de uma nova sociedade a ser constituída pela Mercer Brasil.

PUBLICIDADE

O conselho de administração da Sinqia autorizou a assinatura do contrato, mas o fechamento do negócio está sujeito à aprovação prévia pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Open banking

Não é a primeira aquisição do plano de consolidação da Sinqia em 2021. Em 29 de janeiro, a Sinqia concluiu a compra das operações da Itaú Soluções Previdenciárias, uma das principais fornecedoras de softwares e serviços para o segmento de previdência fechada e tem como principal diferencial a oferta de terceirização de processos de negócios (“BPO”) para gestão de previdência.

Em março, anunciou a compra da Simply, especialista em soluções para automação de processos, principalmente abertura de contas digitais e aquisição de produtos financeiros, e da FEPWeb, referência em soluções para formalização de transações digitais.

PUBLICIDADE

Os fundadores da Simply e da FEPWeb se tornam acionistas da Sinqia, integrando o corpo de executivos de subsidiárias, liderando os respectivos negócios, que constituem uma nova unidade denominada Sinqia Digital.

Por meio dessa unidade, a Sinqia oferta soluções de tecnologia horizontais, no modelo SaaS (Software as a Service), para toda sua base com mais de 500 clientes nas verticais Bancos, Fundos, Previdência e Consórcio.

Em maio, a companhia também assinou um contrato de parceria com a Sensedia para facilitar a implementação do modelo “open banking” no Brasil. As duas acertaram uma cooperação comercial e técnia. Enquanto a Sinqia contribui com suas plataformas para bancos, fundos, previdência e consórcio, utilizadas por quase 500 instituições financeiras, a Sensedia auxilia com sua plataforma de gerenciamento de APIs, utilizada por mais de 120 clientes.

O “open banking” representa uma importante disrupção no mercado, que ampliará significativamente o número de players ofertando serviços financeiros no Brasil.

“Essa disrupção exigirá das instituições financeiras conexões externas mais ágeis, convenientes e seguras. Logo, a parceria estratégica com a Sensedia fortalece o posicionamento inovador da companhia e resulta em uma nova oportunidade de crescimento”, informou a Sinqia, em 19 de maio.

Sistema de compartilhamento de dados que aumentará a concorrência entre as instituições financeiras, o “open banking teve” o cronograma adiado, em junho, mais uma vez pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) e pelo Banco Central.

PUBLICIDADE

Inicialmente prevista para estar concluída em 30 de agosto deste ano, a integração de todos os meios de pagamento ao open banking será feita de forma escalonada até 30 de setembro de 2022.

Resultado financeiro

A Sinqia divulga o resultado financeiro do segundo trimestre no próximo dia 4 de agosto (quarta-feira), após o pregão. A companhia promove webcast no dia seguinte (5), às 14h (horário de Brasília), para comentar os dados.

No primeiro trimestre, a empresa terminou com 392 clientes (adição de 41 na comparação com o mesmo período de 2020) por causa das aquisições e novas vendas, um receita líquida recorde de R$ 68,2 milhões, um crescimento total de 40,3% em relação ao primeiro trimestre do ano passado.

Já o lucro líquido do primeiro trimestre foi de cerca de R$ 779 mil, alta de 75,8% em relação ao mesmo período de 2020 (R$ 443 mil).

Sérgio Ripardo

Sérgio Ripardo

Jornalista brasileiro com mais de 25 anos de experiência, com passagem por sites de alcance nacional como Folha e R7, cobrindo indicadores econômicos, mercado financeiro e companhias abertas.