Mubadala quer montar grupo de franquias sob a Zamp, do Burger King Brasil, diz fonte

Por meio da operadora, fundo soberano de Abu Dhabi planeja comprar marcas internacionais de restaurantes em dificuldades e injetar capital para reverter resultados, diz fonte à Bloomberg News

Loja do Burger King em São Paulo
Por Rachel Gamarski - Giovanna Bellotti Azevedo
04 de Março, 2024 | 03:49 PM

Bloomberg — O Mubadala Capital, unidade do fundo soberano de Abu Dhabi, planeja aumentar a sua carteira de varejo no Brasil, com foco em franquias internacionais de restaurantes, de acordo com uma pessoa familiarizada com os planos do fundo que falou à Bloomberg News.

O objetivo do Mubadala é transformar a Zamp, operadora brasileira do Burger King Brasil, em um grande grupo de franquias estrangeiras que operam no país, sendo que o Outback Steakhouse é apontado como um dos alvos potenciais, disse a pessoa, que pediu para não ser identificada porque as discussões ainda são privadas.

O Mubadala assumiu o controle da Zamp, que opera os restaurantes Burger King e Popeyes no Brasil, e negocia a licença para operar a Starbucks no país, dado que a operadora anterior, a SouthRock Capital, entrou com pedido de recuperação judicial. A SouthRock também administra outras marcas como Subway e Eataly no Brasil.

O fundo agora detém 38,5% das ações ordinárias da Zamp, segundo um comunicado recente. A empresa não planeja fazer nenhuma mudança imediata na gestão após assumir o controle, segundo a pessoa.

PUBLICIDADE

Por meio da Zamp, o plano do fundo é adquirir lentamente diferentes marcas internacionais de restaurantes em dificuldades e injetar capital para reverter os resultados, disse a pessoa. A estratégia de se tornar um único grande grupo também pode ajudar a reduzir custos devido às sinergias, disse a pessoa.

O Mubadala investe “principalmente em posições de controle em empresas maduras que enfrentam alguma forma de complexidade ou dificuldade, mas onde os fundamentos comerciais subjacentes são convincentes”, segundo um comunicado.

Cenário desafiador

As varejistas enfrentam dificuldades no Brasil em razão do elevado endividamento em momento em que houve aumento agressivo da taxa de juros de 2% para 13,75% ano entre março de 2021 e agosto de 2022, elevando o custo dos empréstimos. O setor, que tem muita concorrência, está crescendo em um ritmo mais lento, com abertura de um número menor de lojas do que nos anos anteriores.

PUBLICIDADE

No ano passado, a Fitch revisou a perspectiva de rating corporativo da Zamp para negativa, citando uma volatilidade maior que o esperado na performance em meio à recuperação da economia e à intensa competição no setor, o que impediu que as margens tivessem uma melhoria mais forte.

O Mubadala Capital é uma subsidiária integral do Mubadala Investment Company, fundo soberano de US$ 280 bilhões, de acordo com seu site.

O Mubadala, que investiu mais de US$ 5 bilhões no Brasil por meio da Mubadala Capital desde 2012, também opera ativos que vão desde a concessão de estradas à linha de metrô no país. Em outubro, fechou seu segundo fundo no Brasil com mais de US$ 710 milhões em compromissos, de acordo com comunicado da época.

Mubadala, Zamp e Outback não comentaram.

O fundo também pretende lançar uma bolsa de valores no Brasil para rivalizar com a B3, por meio de uma empresa adquirida em 2023, a Americas Trading Group (ATG), que fornece soluções tecnológicas para negociações eletrônicas. O plano é que a nova bolsa seja lançada em 2025 e tenha sede em São Paulo.

Veja mais em bloomberg.com