Mercados na Ásia indicam abertura mista apesar de ganhos em Nova York

Investidores sinalizam retomada do momentum que tem se refletido em altas em mercados acionários mundo afora; nos EUA, S&P 500 se aproximou dos 5.000 pontos

Trading floor da NYSE, a Bolsa de Nova York: novo dia de ganhos na quarta-feira (Foto: Michael Nagle/Bloomberg)
Por Richard Henderson
07 de Fevereiro, 2024 | 09:42 PM

Bloomberg — As ações asiáticas estavam encaminhadas para uma abertura mista na quinta-feira (8), apesar de nova alta do S&P 500, que se aproximou de novo do patamar inédito dos 5.000 pontos.

As ações australianas subiram ligeiramente no início das negociações, enquanto os futuros indicavam alta das ações japonesas e queda das ações de Hong Kong na abertura.

O S&P 500 subiu 0,8% na quarta-feira (7) e o Nasdaq 100 avançou 1%, à medida que os traders apostavam que uma economia sólida continuará impulsionando os lucros corporativos.

LEIA +
Bradesco terá evolução gradual, sem apostar em ‘bala de prata’, diz novo CEO

Os títulos do Tesouro dos EUA estavam relativamente sem oscilações relevantes, com o rendimento do título de 10 anos subindo menos de dois pontos-base.

PUBLICIDADE

A sessão foi marcada por um leilão recorde de US$ 42 bilhões que foi vendido a um rendimento mais baixo do que o esperado, sinalizando uma forte demanda e aliviando as preocupações de que o mercado possa ter dificuldades para absorver uma oferta maior.

Um índice do dólar teve pouca variação na quarta-feira. Os rendimentos na Austrália e na Nova Zelândia estavam ligeiramente mais altos no início das negociações asiáticas na quinta-feira.

“O mercado continua a subir apesar das preocupações, incluindo expectativas de mudança do Fed, tensões geopolíticas e condições de mercado de sobrecompra”, disse Mark Hackett, da Nationwide. “Estamos entrando em um período sazonal lento, mas o mercado tem um forte momentum.”

PUBLICIDADE

Na Ásia, os dados a serem divulgados incluem inflação e preços ao produtor para a China e o saldo da conta corrente de dezembro para o Japão. O banco central da Índia anunciará sua mais recente decisão de política monetária.

Os mercados em Taiwan, Indonésia, Vietnã e Paquistão estão fechados. Os resultados a serem divulgados na região incluem a Honda e o SoftBank, que espera ter um dos melhores trimestres em anos.

A Arm Holdings, da qual o SoftBank é o controlador, subiu até 38% nas negociações do after market em Nova York diante de resultados considerados positivos. As ações de empresas de chips dos EUA dentro do S&P 500 subiram 2,1%, mais do que o mercado em geral, ajudadas por um ganho de 2,8% para a Nvidia.

Os temores renovados sobre os bancos regionais dos EUA parecem ter diminuído, ajudando a sustentar o tom de risco cauteloso nas negociações em Nova York. As ações do New York Community Bancorp encerraram em alta após reverterem uma queda intradiária de 14%.

Novas autoridades do Fed sugeriram na quarta que não veem um caso urgente que demande a redução imediata das taxas de juros, somando-se a uma lista de autoridades de política monetária, incluindo o presidente Jerome Powell, que têm alertado nos últimos dias que um corte não é provável até maio.

Os mercados na China estavam novamente em foco após três dias de ganhos para as ações do continente. O índice Golden Dragon das empresas chinesas negociadas nos EUA caiu 1,2% na quarta-feira. As quedas foram lideradas pela ação que é o maior componente: as ações listadas nos EUA do Alibaba Group caíram 5,9% apesar de a empresa ter anunciado uma recompra de ações no valor de US$ 25 bilhões.

Veja mais em Bloomberg.com

PUBLICIDADE

Leia também

Ford muda a estratégia para carros elétricos após resultados abaixo do esperado