Mercados na Ásia abrem em baixa depois de mais uma queda do S&P 500

Contratos futuros para os índices do Japão, de Hong Kong e das ações australianas abrem em tendência de baixa

Australia's Morrison to Secure Majority as Shares Rally on Win
Por Richard Henderson
06 de Dezembro, 2023 | 09:06 PM

Bloomberg — As ações na Ásia estão se preparando para quedas, com contratos futuros para os benchmarks do Japão e de Hong Kong, e as ações australianas em tendência de baixa. Isso seguiu a terceira queda consecutiva do S&P 500, seu período mais longo de perdas desde outubro. Os futuros dos EUA tiveram pouca variação no início das negociações asiáticas na quinta-feira.

Os títulos de longo prazo tiveram alta, levando o rendimento do título de 10 anos para 4,1% na quarta-feira, o mais baixo desde agosto. A dívida de curto prazo dos EUA recuou um pouco, com o rendimento do título de dois anos, sensível à política, subindo ligeiramente para 4,6%. Os rendimentos dos títulos australianos caíram no início das negociações asiáticas.

As movimentações refletiram, em parte, dados de folhas de pagamento privadas que ficaram aquém das estimativas, sinalizando um enfraquecimento no mercado de trabalho. Isso antecede o relatório de empregos dos EUA na sexta-feira.

“A desaceleração na contratação continua e está se tornando mais evidente”, disse Peter Boockvar, autor do Boock Report. “O que estou mais focado agora é na trajetória da atividade - e tudo o que vejo é desaceleração em vários lugares, incluindo agora o mercado de trabalho.”

PUBLICIDADE

Um indicador-chave para os preços de matérias-primas despencou para o menor nível desde agosto de 2021, impulsionado por uma queda nos preços do petróleo e gás natural. O West Texas Intermediate caiu 4,1% para a mínima de seis meses na quarta-feira, enquanto o Brent, o benchmark internacional, recuou 3,9% devido a preocupações com o excesso de oferta.

Na Ásia, os relatórios econômicos programados para quinta-feira incluem o comércio chinês e as reservas cambiais, os dados comerciais australianos de outubro e os dados de inflação de novembro para a Tailândia.

Os investidores também se preparam para as consequências do corte da perspectiva de oito bancos chineses pela Moody’s Investors Service de estável para negativa, um dia depois de divulgar uma postura pessimista em relação aos títulos soberanos do país devido à preocupação com o nível de endividamento.

PUBLICIDADE

Os formuladores de políticas do Fed se reúnem na próxima semana pela última vez em 2023. Embora nenhuma mudança seja esperada em sua meta para a taxa de fundos federais, eles estão programados para divulgar previsões trimestrais que podem alterar as expectativas implícitas no mercado. Essas apostas têm se inclinado para mais flexibilização no próximo ano em resposta a dados econômicos mais fracos do que o previsto.

Os mercados precificaram totalmente seis cortes de um quarto de ponto na taxa pelo Banco Central Europeu em 2024 na quarta-feira, movimento que levaria a taxa-chave para 2,5%. Embora as apostas tenham sido reduzidas ligeiramente mais tarde no dia, o Deutsche Bank AG ajudou a alimentar o sentimento dovish ao revisar sua perspectiva para também prever 150 pontos-base de cortes.

“Os temores de inflação estão se dissipando”, disse Prashant Newnaha, estrategista de taxas na TD Securities. “Os bancos centrais acreditam que fizeram o suficiente e podem precisar cortar, caso contrário, as taxas reais podem estar muito altas e restritivas.”

Alertas de Hedge Funds

Enquanto isso, o Banco da Inglaterra intensificou os avisos sobre fundos de hedge vendendo futuros do Tesouro dos EUA, afirmando que sua medida da posição líquida agora é maior do que antes da crise da “corrida pelo dinheiro” em março de 2020.

A posição líquida curta cresceu para US$ 800 bilhões em relação a cerca de US$ 650 bilhões em julho, disse o banco central, citando cálculos com base em dados da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities. Isso sugere um aumento no chamado “basis trade”, onde os investidores buscam explorar as diferenças de preço entre futuros e títulos.

Nas notícias corporativas, a Apple Inc., buscando reverter a queda nas vendas de Mac e iPad, está preparando vários novos modelos e atualizações para o início do próximo ano, segundo pessoas familiarizadas com a situação. Enquanto isso, a Advanced Micro Devices Inc. mira em um mercado em expansão dominado pela Nvidia Corp., ao apresentar novos chamados chips aceleradores direcionados ao boom da inteligência artificial.

Em outros lugares, o preço do ouro subiu ligeiramente na quarta-feira, indo contra a tendência de queda nos preços das commodities, enquanto o bitcoin subiu. A moeda digital foi negociada pouco abaixo de US$ 44.000, um nível não visto desde junho do ano passado.

PUBLICIDADE

Ações

Futuros do S&P 500 estavam pouco alterados às 8h17, horário de Tóquio

Futuros do Nikkei 225 caíram 0,8%

Futuros do Hang Seng caíram 0,2%

S&P/ASX 200 da Austrália caiu 0,2%

PUBLICIDADE

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Por que é preciso ser cauteloso com a alta do bitcoin

Quase um terço dos novos unicórnios perde a marca de US$ 1 bilhão