Cinco coisas que você precisa saber para começar esta sexta-feira, 10 de maio

Safra de balanços do primeiro trimestre, IPCA de abril e falas de membros do Federal Reserve são os destaques desta sexta

Federal Reserve Lowers Key Rate By Three Quarters Of A Point
10 de Maio, 2024 | 08:22 AM

Bloomberg Línea — A temporada de balanços corporativos do primeiro trimestre e falas de membros do Federal Reserve dão o tom dos mercados nesta sexta-feira (10), em dia de dados de inflação no Brasil.

Investidores buscam novas sinalizações sobre o rumo dos juros nos Estados Unidos após dados de pedidos de auxílio-emprego reforçarem apostas em cortes nas taxas.

As falas são monitoradas antes de dados de inflação do CPI na próxima semana, que também devem ajudar a balizar as projeções de juros do mercado financeiro.

Confira a seguir cinco destaques desta sexta-feira (10):

PUBLICIDADE

1. IPCA

Após o Comitê de Política Monetária (Copom) reduzir o ritmo de corte da Selic na quarta-feira (8), os investidores monitoram nesta sexta a divulgação da inflação medida pelo IPCA de abril.

O indicador testará o humor dos investidores depois do resultado benigno do IPCA-15 do mesmo mês, que desacelerou para 0,21%, de 0,78% em março.

Na avaliação de Adriana Dupita, da Bloomberg Economics, a alta dos preços de alimentos e o aumento anual dos preços de remédios “provavelmente pressionaram a inflação em abril”.

PUBLICIDADE

2. Recessão no Reino Unido

A economia do Reino Unido se recuperou fortemente de uma recessão superficial no final do ano passado, proporcionando algum alívio para o primeiro-ministro Rishi Sunak, que até agora tem lutado para cumprir sua promessa de reviver o crescimento.

O Produto Interno Bruto (PIB) saltou 0,6% no primeiro trimestre em comparação com os três meses anteriores, à medida que os clientes voltaram às lojas e os investimentos aumentaram novamente, segundo dados do Escritório de Estatísticas Nacionais divulgados nesta sexta-feira.

Esse foi o melhor resultado desde o final de 2021, quando o Reino Unido relaxou as restrições impostas pela covid-19, e maior do que a expansão de 0,4% prevista pelos economistas.

3. Mercados

As ações avançam nesta sexta-feira (10) em meio ao otimismo com os balanços corporativos e dados dos Estados Unidos que apoiaram apostas em cortes nas taxas de juros.

Uma série de membros do Federal Reserve devem falar nesta sexta, incluindo Michelle Bowman e Neel Kashkari, enquanto os traders aguardam um indicador importante da inflação nos EUA na próxima semana.

Por volta das 8h15 (horário de Brasília), o índice Stoxx 600, da Europa, subia 0,86%, preparando-se para seu melhor ganho semanal em mais de três meses. Já os contratos do S&P 500 subiam 0,3% após o índice fechar a menos de 1% de sua máxima histórica.

No Brasil, destaque para os balanços trimestrais de empresas como Cemig (CMIG4), M. Dias Branco (MDIA3), Banco Pan (BPAN4), Yduqs (YDUQ3) e Ser Educacional (SEER3).

PUBLICIDADE

4. Manchetes dos principais jornais

Estado de S. Paulo: Engargos trabalhistas pagos pelas empresas superam 100% do valor dos salários no Brasil; saiba por quê

Folha de S. Paulo: Enchentes forçam reconstrução de cidades em outros lugares

O Globo: Chuvas extremas, como as que atingiram RS, terão aumento de 60% no país em 30 anos, aponta Inpe

Valor Econômico: Enchente no RS coloca em xeque alta de 2% no PIB brasileiro

5. Agenda

Brasil

  • 9h: IPCA de abril;

Estados Unidos

  • 10h: Discurso de Michelle Bowman, membro do Fomc;
  • 11h: Expectativas de Inflação Michigan (Mai);

Zona do Euro

  • 8h30: Ata de política monetária do BCE;

-- Com informações da Bloomberg News.

Mariana d'Ávila

Editora assistente na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero, especializada em investimentos e finanças pessoais e com passagem pela redação do InfoMoney.