Cinco coisas que você precisa saber para começar esta segunda-feira, 8 de abril

Investidores ficam de olho nesta segunda-feira em dados que serão divulgados durante a semana, como inflação no Brasil e nos EUA

Secretary Yellen Participates In Industrial Foundation Roundtable
08 de Abril, 2024 | 08:52 AM

Bloomberg Línea — A semana é cheia no Brasil, na zona do euro e nos Estados Unidos, com a divulgação de dados de inflação aqui e nos EUA, com decisão de juros na Europa e em meio ao início da temporada de balanços do primeiro trimestre.

Na sexta (5), dados de emprego dos EUA (payroll) superaram as expectativas pelo quinto mês consecutivo, reforçando a visão do Federal Reserve (Fed) de ser paciente em relação à redução das taxas.

Já na Europa, as empresas esperam que o crescimento dos salários diminua, de acordo com uma pesquisa do Banco Central Europeu, oferecendo aos formuladores de políticas monetárias algum conforto de que a inflação está em queda.

Confira a seguir cinco destaques desta segunda-feira (8):

PUBLICIDADE

1. O que esperar do Fed

A convicção dos traders em relação a três cortes de 0,25 ponto percentual nas taxas de juros pelo Federal Reserve este ano está rapidamente se dissipando, com os mercados agora apostando em apenas duas reduções.

Swaps de taxas de juros implicam cerca de 60 pontos-base de afrouxamento monetário nos EUA este ano, o que significa que dois cortes são o resultado provável, com o primeiro esperado até setembro, de acordo com dados compilados pela Bloomberg. Na sexta-feira, a chance de um terceiro corte ainda estava acima de 50%.

Os rendimentos dos títulos de 10 anos estão dentro do nível-chave de 4,5% que alguns investidores estão observando como um patamar importante que poderia determinar se as taxas voltarão às máximas do ano passado.

PUBLICIDADE

Os dados econômicos dos EUA permanecem resilientes e os funcionários do Fed têm resistido à necessidade de afrouxamento monetário, com alguns até enfatizando o risco de aumentos caso haja uma estagnação do progresso na inflação.

2. Yellen na China

A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, pediu aos principais líderes de Pequim que repensem fundamentalmente sua estratégia de crescimento econômico.

Em viagem à China, que visou fortalecer os laços bilaterais, Yellen disse que os desequilíbrios econômicos da China e os massivos subsídios governamentais em certos setores “levarão a riscos significativos para os trabalhadores e empresas nos Estados Unidos e no resto do mundo”.

A segunda viagem de Yellen à China em nove meses, e provavelmente sua última ao país como secretária do Tesouro, ocorre quando as maiores economias do mundo tentam estabilizar sua relação tumultuada enquanto resolvem profundas diferenças na formulação de políticas.

Os EUA criticaram a China por inundar o mundo com produtos baratos, enquanto direciona recursos para os mesmos setores verdes que o governo Biden também está tentando expandir.

3. Mercados

Os títulos globais recuam e as bolsas globais operam próximas da estabilidade nesta segunda, à medida que os traders reduzem suas expectativas de cortes nas taxas de juros dos EUA, diante de dados que mostram uma economia resiliente.

Os contratos futuros do S&P 500 e do Nasdaq 100 operavam estáveis nesta manhã, após um forte fechamento em Wall Street na sexta, impulsionado pelos últimos números do mercado de trabalho dos EUA.

PUBLICIDADE

Na Europa, ações do setor de mineração lideravam os ganhos por volta das 8h (horário de Brasília)após uma recuperação nos preços do minério de ferro, com o índice Stoxx 600 subindo 0,26% no mesmo horário.

Depois dos dados de inflação de março nos EUA no meio da semana, o foco se voltará para o início da temporada de resultados corporativos do primeiro trimestre, com os balanços do JPMorgan (JPM), Citigroup (C) e Wells Fargo na sexta-feira (12).

Destaque ainda para a decisão de política monetária na Europa, com expectativa de manutenção das taxas na quinta-feira (11).

4. Manchetes dos principais jornais

Estado de S. Paulo: Brasil vai conseguir ser protagonista global em economia verde? Entenda como estão os projetos

PUBLICIDADE

Folha de S. Paulo: Moraes inclui Musk em inquérito das milícias digitais e abre nova investigação sobre obstrução

O Globo: Investigado e multas de R$ 100 mil por dia: o que Moraes decidiu após ameaças de Elon Musk

Valor Econômico: Os bastidores do caso Petrobras: reunião de urgência, cancelamento e expectativa sobre o futuro de Prates

5. Agenda

Brasil:

  • 10h30: Produção de Veículos
  • 10h30: Vendas de Veículos

Estados Unidos:

  • 20h: Discurso de Neel Kashkari, membro do Fomc

-- Com informações da Bloomberg News

Tamires Vitorio

Jornalista formada pela FAPCOM, com experiência em mercados, economia, negócios e tecnologia. Foi repórter da EXAME e CNN e editora no Money Times.