Cinco coisas que você precisa saber para começar esta quarta-feira, 15 de maio

Investidores repercutem hoje impactos da demissão de Jean Paul Prates da Petrobras e nova CEO indicada; dados de inflação nos EUA também são destaque

Dados de inflação nos EUA são destaque hoje
15 de Maio, 2024 | 08:28 AM

Bloomberg Línea — Os investidores reagem nesta quarta-feira (15) à demissão do CEO da Petrobras (PETR3; PETR4). Destaque ainda para a publicação do IBC-Br, considerado uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB) no Brasil.

Na zona do euro, o presidente do Banco da França, François Villeroy de Galhau, afirmou que o Banco Central Europeu (BCE) tem uma probabilidade muito alta de começar a reduzir as taxas de juros em sua próxima reunião em junho.

Nos Estados Unidos, hoje é dia de publicação dos dados de inflação ao consumidor (CPI, na sigla em inglês).

Confira a seguir cinco destaques desta quarta-feira (15):

PUBLICIDADE

1. Mudança de comando na Petrobras

A Petrobras informou na noite de ontem que recebeu do CEO da companhia, Jean Paul Prates, o pedido de “encerramento antecipado de seu mandato como presidente de forma negociada”.

Segundo a estatal, Prates informou que, uma vez aprovado o encerramento indicado, ele pretende posteriormente apresentar sua renúncia ao cargo de membro do conselho de administração.

O Ministério de Minas e Energia disse que, ciente da provável renúncia de Prates, indica Magda Chambriard para exercer os cargos de CEO da companhia e de membro do conselho de administração.

PUBLICIDADE

O pedido de saída de Prates acontece após semanas de pressão de certos integrantes do governo Lula e discussões públicas no âmbito do governo e da companhia sobre o pagamento de dividendos extraordinários pela petroleira e seu uso como instrumento de políticas públicas.

2. CPI dos EUA

O mercado concentra as atenções desta quarta-feira na inflação nos EUA. A expectativa é de que o CPI de abril tenha alta de 0,4%, o mesmo nível de março.

“Uma leitura do núcleo do CPI dos EUA em linha com o consenso está precificada e no preço, mas isso pode ser suficiente para impulsionar compradores e ver o índice de ações subir,” disse Chris Weston, chefe de pesquisa da Pepperstone Group.

Uma pesquisa realizada pela 22V Research mostrou que 49% dos investidores esperam que a reação do mercado ao relatório do CPI seja “risk on” — enquanto apenas 27% disseram “risk off”.

3. Mercados

As ações globais caminham para uma nova máxima depois de um rali liderado pelo setor de tecnologia em Wall Street, em meio ao otimismo de que os dados de inflação dos EUA desta quarta-feira (15) não minarão as apostas em cortes nas taxas de juros do Federal Reserve.

As ações europeias subiram e os futuros de ações dos EUA operavam estáveis, enquanto o índice MSCI All Country World estendeu sua sequência mais longa de ganhos desde janeiro.

Nos Estados Unidos, o S&P 500 avançou apesar dos sinais de Jerome Powell de que as taxas de juros serão mais altas por mais tempo e de um dado misto sobre a inflação ao produtor.

PUBLICIDADE

4. Manchetes dos principais jornais

Estado de S. Paulo: Análise: Saída de Prates da Petrobras confirma Costa e Silveira como maus conselheiros de Lula na economia

Folha de S. Paulo: Com Magda Chambriard, Petrobras terá sexto presidente em três anos

O Globo: Os cinco desafios da nova presidente da Petrobras, Magda Chambriard, à frente da estatal

Valor Econômico: Conselho da Petrobras se reúne nesta quarta para avaliar fim antecipado do mandato de Prates

PUBLICIDADE

5. Agenda

Brasil:

  • 9h: IBC-Br;
  • 14h30: Fluxo Cambial Estrangeiro;

Estados Unidos:

  • 9h30 : CPI de abril;
  • 9h30: Índice Empire State de Atividade Industrial;
  • 9h30 : Vendas no Varejo;
  • 11h: Estoques das Empresas;
  • 11h: Nível de Estoques do Varejo excluindo Automóveis;
  • 11h30: Estoques de Petróleo Bruto;
  • 11h30: Estoques de Petróleo em Cushing;
  • 13h: Atlanta Fed GDPNow;
  • 17h: Transações Líquidas de Longo Prazo;

Japão:

  • 20h50: PIB do Japão;
  • 20h50: Índice de Preços do PIB;

-- Com informações da Bloomberg News.

Tamires Vitorio

Jornalista formada pela FAPCOM, com experiência em mercados, economia, negócios e tecnologia. Foi repórter da EXAME e CNN e editora no Money Times.