Cinco coisas de que você precisa saber para começar esta terça-feira

Investidores no Brasil nesta terça-feira (26) reagem à divulgação da ata da última reunião do Copom e do IPCA-15 de março

Inflação
26 de Março, 2024 | 08:59 AM

Bloomberg Línea — Os investidores nesta terça-feira (26) reagem à divulgação da ata do Comitê de Política Monetária (Copom), que indicou uma política monetária contracionista até que os processos de desinflação e de ancoragem das expectativas estejam consolidados.

Hoje também é divulgado o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) de março, que pode ajudar a indicar os próximos passos do Banco Central (BC) em relação à política monetária do Brasil.

Ainda nesta semana, os ministros de finanças e chefes de bancos centrais do G20 se reúnem em São Paulo. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e Roberto Campos Neto, presidente do BC, representam o Brasil.

Na China, o banco central reforçou seu apoio ao yuan, que está sob pressão, fortalecendo sua taxa de referência diária para a moeda gerenciada pela maior parte desde janeiro. O Banco Popular da China alterou sua taxa em 0,1%, com os traders ainda cautelosos depois que o yuan caiu para seu nível mais fraco desde novembro na sexta-feira.

PUBLICIDADE

No cenário corporativo, o cofundador da WeWork Adam Neumann, com apoio de parceiros de financiamento não divulgados, apresentou uma oferta para recomprar a companhia em recuperação judicial pelo Chapter 11 por mais de US$ 500 milhões, de acordo com um representante da empresa imobiliária de Neumann.

Confira a seguir cinco destaques desta terça-feira (26):

1. Ata do Copom

A ata do Copom, divulgada mais cedo, indicou uma política monetária contracionista até que os processos de desinflação e de ancoragem das expectativas estejam consolidados.

PUBLICIDADE

Segundo os membros do Copom, a conjuntura atual “demanda serenidade e moderação na condução da política monetária”, o que, segundo avaliações preliminares do mercado, corrobora a mudança no comunicado junto com a decisão da semana passada que indica um novo corte de 0,50 ponto percentual na próxima reunião em maio, mas não necessariamente nas seguintes.

2. O que esperar do IPCA-15

O mercado estima que o IPCA-15 de março deve ficar em 0,30%, ante 0,78% em fevereiro na comparação mensal. No ano a ano, a alta deve ser de 4,09%, abaixo dos 4,59% anteriores.

O Boletim Focus, divulgado mais cedo, projetou uma inflação de 3,75% ao final do ano, ante previsão anterior de 3,79%.

3. Mercados

Índices de ações e futuros registraram movimentos “pequenos” nesta manhã à medida que os investidores adotaram uma postura cautelosa antes de novos dados dos EUA que podem oferecer indicações sobre se o recente rali foi longe demais.

As ações europeias permaneceram estáveis, enquanto os futuros dos EUA subiram após a queda do índice S&P 500 na segunda-feira.

Os títulos do Tesouro ficaram estáveis, enquanto o dólar enfraqueceu em relação à maioria de seus pares do Grupo dos Dez. O índice de ações asiáticas da MSCI manteve ganhos modestos, com as ações subindo em Hong Kong e Japão, mas caindo na Austrália e em Taiwan.

A preocupação com uma possível desconexão entre as expectativas de lucros e os preços das ações aumentou nesta semana.

PUBLICIDADE

Os dados sobre bens duráveis e confiança do consumidor dos EUA estão previstos para hoje, antes do índice de preços dos gastos de consumo pessoal (PCE), amplamente acompanhado pelo Fed, na sexta-feira, quando muitos mercados estarão fechados para o feriado da Páscoa.

O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, está programado para falar no mesmo dia.

Na Ásia, o ministro das Finanças do Japão, Shunichi Suzuki, disse na terça-feira que o governo tomará medidas apropriadas contra movimentos cambiais excessivos, sem descartar nenhuma medida.

4. Manchetes dos principais jornais

Estado de S. Paulo: Moraes dá 48 horas para Bolsonaro explicar ida à Embaixada da Hungria após apreensão de passaporte

PUBLICIDADE

Folha de S. Paulo: Moraes dá 48 horas para Bolsonaro explicar hospedagem em embaixada da Hungria

O Globo: PF avalia investigar homicídios ligados ao crime organizado no Rio que permanecem sem solução

Valor Econômico: Fundos têm R$ 21 bi em caixa para comprar participações em empresas

5. Agenda

Brasil:

  • 8h30: Empréstimos Bancários
  • 9h: IPCA-15

Estados Unidos:

  • 9h30: Núcleo de Pedidos de Bens Duráveis
  • 9h30: Pedidos de Bens Duráveis
  • 10h: Preços de Imóveis S&P/CS Composto-20
  • 11h: Confiança do Consumidor CB
  • 13h30: Atlanta Fed GDPNow
  • 14h: Leilão Americano Note a 5 ano
  • 17h30: Estoques de Petróleo Bruto Semanal API

Zona do Euro:

  • 16h: Pronunciamento de Lane, do BCE

-- Com informações da Bloomberg News

Tamires Vitorio

Jornalista formada pela FAPCOM, com experiência em mercados, economia, negócios e tecnologia. Foi repórter da EXAME e CNN e editora no Money Times.