Cinco coisas de que você precisa saber para começar esta quarta-feira

Investidores reagem nesta quarta (27) à divulgação do IGP-M e do Caged e ficam de olho em sinais do BCE sobre política monetária

Negocios
27 de Março, 2024 | 08:42 AM

Bloomberg Línea — Os investidores ficam de olho nesta quarta-feira (27) na divulgação de dados como o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Ceged) e o IGP-M, conhecido como a inflação do aluguel.

Por aqui, destaque também para a agenda do ministro da Economia, Fernando Haddad, que participa mais tarde de um encontro com o presidente da França, Emmanuel Macron.

Na zona do euro, dados mostraram uma melhora na confiança econômica, sustentando as expectativas de que a região possa em breve superar a fraqueza recente.

Para Piero Cipollone, membro executivo do Banco Central Europeu (BCE), a autoridade monetária pode ser capaz de reduzir as taxas de juros “rapidamente”, mesmo enquanto os trabalhadores recebem grandes aumentos salariais para compensar dois anos de inflação elevada.

PUBLICIDADE

Confira a seguir cinco destaques desta quarta-feira (27):

1. IGP-M

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), teve queda de 0,47% em março, desacelerando ligeiramente a deflação após recuo de 0,52% em fevereiro.

A queda, contudo, veio acima da esperada por economistas do mercado, que previam deflação de cerca de 0,22% no período.

PUBLICIDADE

2. Juros na zona do euro

O Banco Central Europeu pode ser capaz de reduzir as taxas de juros “rapidamente”, mesmo enquanto os trabalhadores recebem grandes aumentos salariais para compensar dois anos de inflação elevada, segundo o membro do Conselho Executivo Piero Cipollone.

Uma recuperação nos salários é necessária para que a economia europeia recupere algum impulso, afirmou o oficial italiano nesta quarta-feira, destacando que os aumentos salariais devem se moderar com o tempo.

Enquanto isso, a inflação está recuando, o que significa que o momento em que as configurações monetárias podem ser relaxadas está se aproximando, acrescentou.

“Se os novos dados confirmarem o cenário previsto nas projeções de março, devemos estar prontos para ajustar rapidamente nossa postura restritiva da política monetária”, afirmou.

3. Mercados

O iene se recuperou após cair para o menor patamar em 34 anos com especulações de que autoridades japonesas podem estar se preparando para intervir para apoiar a moeda.

Autoridades do Ministério das Finanças do Japão, do Banco do Japão e da Agência de Serviços Financeiros se reuniram para discutir os mercados em sua primeira reunião trilateral desde o final de maio.

Após as conversas, o principal oficial de câmbio do Japão, Masato Kanda, prometeu tomar medidas apropriadas contra oscilações excessivas, afirmando que vê movimentos especulativos por trás da queda do iene.

PUBLICIDADE

No mercado de ações, o índice Stoxx 600 da Europa cedia 0,05% por volta das 8h40 (horário de Brasília), enquanto os contratos futuros do S&P 500 subiam 0,42%.

Com as ações prestes a fechar outro trimestre forte, fundos de pensão provavelmente venderão cerca de US$ 32 bilhões em ações para reequilibrar suas posições, de acordo com o Goldman Sachs (GS).

Embora as projeções sobre os fluxos variem em Wall Street, isso pode adicionar pressão extra aos mercados quando os volumes de negociação estiverem baixos durante a Páscoa. Após alta de 26% do S&P 500 desde o final de outubro, traders têm expressado preocupação de que a posição esteja esticada e que as ações sejam mais vulneráveis a uma queda no curto prazo.

4. Manchetes dos principais jornais

Estado de S. Paulo: Recusa da Venezuela em cumprir acordo para eleições tornou posição de Lula insustentável, dizem analistas

PUBLICIDADE

Folha de S. Paulo: Investigação da Polícia Civil do RJ não fez diligências e sabotou caso Marielle, diz PF

O Globo: Interferência do governo em estatais eleva dúvidas e acelera saída de estrangeiros da Bolsa

Valor Econômico: Investidor estrangeiro se afasta da Bolsa; entenda os motivos

5. Agenda

Brasil:

  • 8h30: Balanço Orçamentário
  • 9h30: Índice de Evolução de Emprego do Caged

Zona do Euro:

  • 9h30: Discurso de Frank Elderson, do BCE

Estados Unidos:

11h30: Estoques de Petróleo Bruto

PUBLICIDADE

11h30: Estoques de Petróleo em Cushing

14h00: Leilão Americano Note a 7 anos

PUBLICIDADE

19h: Discurso de Christopher Waller, membro do Fed

-- Com informações da Bloomberg News

Tamires Vitorio

Jornalista formada pela FAPCOM, com experiência em mercados, economia, negócios e tecnologia. Foi repórter da EXAME e CNN e editora no Money Times.