Bilionário da Zara paga US$ 100 mi por escritório em Londres e amplia portfólio

Amancio Ortega compra propriedade da abrdn no distrito de Fitzrovia; carteira de imóveis é a maior entre super-ricos da Europa, avaliada em US$ 16,7 bilhões

Vista do centro financeiro de Londres com a Tower Bridge em primeiro plano (Jason Alden/Bloomberg)
Por Clara Hernanz Lizarraga
19 de Abril, 2023 | 05:11 PM

Bloomberg — Amancio Ortega, o bilionário fundador da marca de moda Zara, adquiriu um prédio de escritórios no centro de Londres por £ 82 milhões (cerca de US$ 102,1 milhões) para adicionar ao seu portfólio de imóveis de alto padrão.

O patrimônio de Ortega é avaliado em cerca de US$ 70 bilhões, segundo o Bloomberg Billionaire Index.

A Pontegadea Inversiones SL comprou a propriedade, localizada na 33 Foley Street, entre a Regent’s Park e a Oxford Street, no distrito de Fitzrovia, na capital britânica, da gigante de investimentos abrdn, segundo um porta-voz da empresa, que opera como family office de Ortega.

Ortega tem o maior portfólio imobiliário entre os super-ricos da Europa, avaliado em € 15,3 bilhões (US$ 16,7 bilhões) em 2021, de acordo com os dados mais recentes disponíveis. Outras propriedades relevantes de sua propriedade em todo o mundo incluem o edifício The Post em Londres, o Haughwout Building de Manhattan, em Nova York, e o Southeast Financial Center de Miami.

PUBLICIDADE

Embora Ortega, 87 anos, tradicionalmente se concentre em imóveis premium, nos últimos anos ele diversificou seus investimentos comprando uma participação na empresa de gasodutos naturais Enagas e em fundos em empresas de energia e centros de logística. No ano passado, a empresa investiu mais de US$ 900 milhões em armazéns nos Estados Unidos.

O espaço de escritório de 3.159 metros quadrados em Fitzrovia já havia sido ocupado pela BBC antes de ser reconstruído pelo Kier Group e vendido para a Standard Life Investments em 2017 por £ 87,4 milhões, de acordo com o site da empresa. A notícia da compra foi noticiada primeiramente pelo jornal Cinco Dias.

Neste ano, a Pontegadea deve receber cerca de € 2 bilhões em dividendos da participação de 59% de Ortega na varejista de moda espanhola Inditex, a dona da Zara. A empresa precisa aplicar todo o dinheiro no prazo de doze meses após o recebimento, a fim de evitar o pagamento do imposto sobre a riqueza na Espanha.

PUBLICIDADE

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Ray Dalio segue grandes fundos e levará family office ao Oriente Médio

Na contramão do mercado, ultrarricos dobram a aposta em imóveis

Quanto custa morar nos prédios mais caros de São Paulo - e onde eles ficam