Fundo soberano saudita tem presença ampla em VCs dos EUA, revelam documentos

Braço da Sanabil Investments divulgou parcerias com Andreessen Horowitz, Advent e Silver Lake e outros fundos que bancam startups da América Latina

Fundo soberano mantém relação e capital em fundos do Vale do Silício que investem em startups
04 de Abril, 2023 | 12:00 PM

Bloomberg Línea — As informações dos investidores de longo prazo cujos recursos abastecem os maiores fundos de private equity e de venture capital do mundo são uma espécie de caixa-preta dos mercados. Uma rara decisão de disclosure de um dos maiores fundos do mundo trouxe à luz novos dados sobre um player pouco conhecido: a Sanabil Investments, um braço de venture capital do fundo soberano de reino da Arábia Saudita, divulgou seu portfólio de empresas e fundos investidos em seu site. Os documentos revelam uma lista que inclui uma gama de grandes empresas e fundos do Vale do Silício, incluindo a Andreessen Horowitz (a16z). A informação foi primeiramente divulgada pelo site The Information.

LEIA +
Guardião de fundo saudita atrai bilionários do private equity e de VCs a Miami

Além da a16z, a Coatue Management, a Craft Ventures e a Insight Partners, além da TCV, a B Capital Group, a Dragoneer, a Advent International e o Silver Lake são alguns dos investidores listados no site da Sanabil. As empresas têm investimentos em startups da América Latina, além de outras regiões do mundo.

A divulgação vem na esteira de um movimento de cobrança por maior transparência dos investidores de venture capital dos Estados Unidos sobre relações com o reino saudita, depois do assassinato do jornalista Jamal Khashoggi, do The Washington Post, em 2018.

Em conferência em Miami nos últimos dias, os sócios da a16z e também Adam Neumann, cofundador da WeWork, discutiram sua nova startup, a Flow, e o entusiasmo compartilhado de Marc Andreessen e Ben Horowitz sobre a Arábia Saudita, conforme divulgado pela Bloomberg News.

PUBLICIDADE

Horowitz chamou a Arábia Saudita de “país startup” e expressou entusiasmo em levar a Flow para lá. Ele disse ainda que, depois de se encontrar com o líder do fundo soberano da Arábia Saudita, Yasir Al-Rumayyan, ficou entusiasmado em levar suas empresas para a Arábia Saudita.

Yasir Al-Rumayyan, guardião do fundo soberano da Arábia Saudita, reuniu bilionários de private equity em seu evento de dois dias para realçar o apetite dos investidores pelo dinheiro local.

- Com informações da Bloomberg News.

PUBLICIDADE

Leia também

Por que este país do Oriente Médio atraiu a atenção do fundador do WeWork

Natura vende Aesop para L’Oréal em negócio de US$ 2,525 bilhões

Isabela  Fleischmann

Jornalista brasileira especializada na cobertura de tecnologia, inovação e startups