Microsoft faz investimento de US$ 10 bilhões na Open AI, do ChatGPT

Investimento visa garantir à companhia vantagem competitiva em alguns dos sistemas mais avançados de inteligência artificial

Aposta visa garantir uma vantagem competitiva em alguns dos sistemas de inteligência artificial mais populares e avançados do mundo
Por Dina Bass
23 de Janeiro, 2023 | 11:30 AM

Bloomberg — A Microsoft (MSFT) está fazendo um investimento de US$ 10 bilhões na OpenAI, o laboratório pioneiro de pesquisa em inteligência artificial por trás do ChatGPT e DALL-E. O movimento faz parte da aposta da gigante de software em oferecer mais serviços vinculados a esses programas de geração de texto e imagem.

A notícia chega menos de uma semana depois que a companhia confirmou a demissão de 10 mil funcionários, diante do enfraquecimento da economia, que prejudica a demanda por software. Áreas prioritárias, contudo, continuarão recebendo investimento e terão novas contratações, segundo a Microsoft.

A fabricante de software divulga os resultados fiscais do segundo trimestre na próxima terça-feira (24).

O investimento, que segue o de US$ 1 bilhão feito na OpenAI em 2019, visa garantir uma vantagem competitiva em alguns dos sistemas de inteligência artificial mais populares e avançados, enquanto compete com Alphabet (GOOG), Amazon (AMZN) e Meta Platforms (META).

PUBLICIDADE

A OpenAI precisa do financiamento da Microsoft e do poder de computação em nuvem para processar grandes volumes de dados e executar os modelos cada vez mais complexos que permitem ao DALL-E gerar imagens realistas com base em uma série de palavras. Já o ChatGPT precisa disso para criar textos de conversa surpreendentemente semelhantes aos humanos em resposta a solicitações ou consultas.

O investimento da Microsoft “nos permitirá continuar nossa pesquisa independente e desenvolver IA cada vez mais segura, útil e poderosa”, disse a OpenAI, em comunicado.

O ChatGPT iluminou a Internet desde seu lançamento no final de novembro, reunindo um milhão de usuários em menos de uma semana. Sua capacidade de imitar a maneira como as pessoas reais falam e escrevem despertou preocupação sobre seu potencial de suplantar escritores profissionais e fazer o dever de casa dos alunos por eles.

PUBLICIDADE

A ferramenta também foi considerada uma ameaça potencial ao principal negócio de pesquisa do Google.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também:

Microsoft considera investir até US$ 10 bilhões no chatbot ChatGPT, da OpenAI,

Microsoft inicia resultados de techs, que devem ter maior queda desde 2016