“Aceitamos criptomoedas”: 68% dos latino-americanos gostariam de ter a opção de usar moedas digitais para fazer pagamentos no dia a dia

Por Walter Pimenta, Vice-presidente Executivo, Produtos e Inovação, Mastercard América Latina e Caribe

Segundo dados de um levantamento da Americas Market Intelligence (AMI) para a Mastercard, 15% das PMEs se mostraram interessadas nessa opção.
Tempo de leitura: 2 minutos

Os latino-americanos querem que as criptomoedas cada vez mais façam parte da sua rotina. Segundo o New Payments Index 2022, um estudo global realizado pela Mastercard, quase 70% dos consumidores da região quer ter a opção de usar moedas digitais para fazer pagamentos no dia a dia.

Para que esse desejo se torne realidade, os comércios, especialmente os pequenos e médios, onde costumamos realizar a maior parte dos nossos pagamentos diários, precisam ter a capacidade de aceitar pagamentos em criptomoedas. Esse é, aliás, um desejo expressado pelas pequenas e médias empresas da região. Segundo dados de um levantamento da Americas Market Intelligence (AMI) para a Mastercard, 15% das PMEs se mostraram interessadas nessa opção.

“Aceitamos criptomoedas”, o letreiro para pendurar na porta das PMEs

Embora o interesse em criptomoedas seja evidente, tanto por parte dos consumidores e agora também por parte dos comércios, ainda há barreiras para que estes últimos possam pendurar um letreiro na porta informando que aceitam criptomoedas. As PMEs que hoje se interessam por aceitar pagamentos em criptomoedas têm de lidar com várias dificuldades e riscos: a conversão de criptomoedas em moeda fiduciária, que aumenta as complexidades técnicas ou operacionais do negócio; a falta de ferramentas de segurança, o que aumenta o risco de fraude tornando a experiência de compra lenta e tediosa tanto para a PME quanto para seu cliente. Além disso, pode até envolver problemas regulatórios enquanto o marco regulatório continua a evoluir.

Felizmente, essa situação já está mudando. O Crypto Card Program da Mastercard permite que os consumidores usem suas criptomoedas para compras diárias, enquanto oferece aos bancos emissores e corretoras de criptomoedas a possibilidade de converter as suas moedas digitais em dinheiro fiduciário de forma eficiente. Sem esforço nenhum das PMEs, o programa habilita automaticamente essa opção de pagamento, e quando os consumidores pagam o seu café com seus cartões cripto na padaria da esquina, o processo funciona de forma idêntica a uma compra com um cartão de crédito, débito ou pré-pago.

Quando um titular de cartão usa seu cartão emitido por meio do Crypto Card Program, a PME se beneficia de muitas formas:

  • Não precisa adquirir habilidades técnicas especiais para aceitar pagamentos com criptomoedas; até pode usar as soluções existentes de Mastercard para começar a processar pagamentos com cripto.
  • Opera de forma confiável e segura, num ambiente que aplica diferentes inovações -segurança inteligente, monitoramento, autenticação- que reduzem a exposição a fraudes financeiras.
  • Aproveita a infraestrutura que facilita o processo de conversão dos valores pagos em criptomoedas a dinheiro fiduciário, sem movimentar recursos monetários entre terceiras instituições financeiras.

Uma oportunidade para as PMEs

Ao trazer esse tipo de solução ao mercado, a Mastercard permite que as PMEs explorem novas oportunidades de negócio. O mesmo New Payments Index 2022 mostrou que 44% dos consumidores da região planejam usar criptomoedas como meio de pagamento nos próximos 12 meses.

As PMEs também não devem ignorar que os usuários acostumados a pagar com cripto são geradores de tickets de venda. De acordo com o estudo AMI-Mastercard, os clientes que são usuários frequentes de criptomoedas geram tickets entre $31 y $100 dólares (média), e os usuários casuais de cripto geram tickets entre $6 y $30 dólares.

Poder aceitar pagamentos que tenham origem nas criptomoedas, que se tornam cada vez mais presentes nas vidas dos latino-americanos -sem as complexidades habituais- não só expande as opcões de negócio para as PMEs, mas também contribui para que cada vez mais consumidores da região se interessem pelo uso diário de criptomoedas. Mais importante ainda, fortalece a liberdade financeira dos consumidores, que podem escolher entre diferentes opções de pagamento -incluindo cripto- para decidir livremente como gastar seu dinheiro.

Se você quiser saber mais sobre Crypto Card Program, visite https://www.mastercard.us/en-us/business/issuers/grow-your-business/crypto/card-program.html

: Mastercard

Mastercard Brasil

Muito mais que cartão.