Mercados

Mercados asiáticos sinalizam abertura da semana com ganhos

Bolsas americanas estarão fechadas nesta segunda com o feriado do Dia da Independência

Sede do Banco do Japão, o banco central do país asiático, em Tóquio: investidores seguem atentos às taxas de juros
Por Sunil Jagtiani
03 de Julho, 2022 | 08:36 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — As ações asiáticas sinalizam um início de semana com ganhos quando as negociações começarem nesta segunda-feira (4) - noite de domingo no Brasil -, proporcionando algum alívio temporário às preocupações com a desaceleração do crescimento econômico e a inflação persistente, que continuam a lançar uma longa sombra sobre os mercados.

Os futuros apontaram para alta para as bolsas no Japão e na Austrália, enquanto os contratos para o S&P 500 e o Nasdaq 100 flutuaram, após Wall Street fechar na sexta-feira (1) no terreno positivo. Os mercados de ações e títulos dos EUA estarão fechados nesta segunda com o feriado do Dia da Independência.

Os títulos do Tesouro subiram na semana passada após uma queda no primeiro semestre, refletindo as crescentes apostas de que uma recessão iminente colocará limites para o Federal Reserve aumentar as taxas de juros contra a inflação. Os títulos da Nova Zelândia subiram após o rali dos EUA.

O dólar estava em direções mistas em relação a seus principais pares, enquanto o petróleo bruto estava perto de US$ 108 o barril. O bitcoin seguia abaixo do nível de US$ 20.000 nesta noite de domingo.

PUBLICIDADE

Nos EUA e em outras economias, os sinais de fraqueza econômica estão se tornando mais aparentes, dos gastos pessoais até a indústria. Os investidores estão cada vez mais preocupados com a recessão e suas implicações, em vez de se concentrarem exclusivamente nos valuations das empresas.

A psicologia do mercado está “mudando radicalmente das preocupações com a inflação para o foco no crescimento”, escreveu Chris Weston, chefe de pesquisa do Pepperstone Group, em nota. Um dos temores agora é que o Fed será muito lento em desacelerar os aumentos das taxas, disse.

Na China, os casos de Covid continuaram a aumentar no fim de semana, em outro teste para sua estratégia de tentar eliminar o patógeno com testes em massa e bloqueios amplos, os lockdowns.

Em outra notícia do fim de semana, a desenvolvedora do mercado imobiliário Shimao Group informou que não pagou uma nota de US$ 1 bilhão que venceu no domingo, em mais um caso que se soma a um ano recorde de inadimplência de títulos do setor emitidos no exterior.

PUBLICIDADE

Leia também:

Mercado começa a prever queda do juro já em 2023. Saiba o que isso significa

Larry Summers: recessão pode vir neste ano e levar Fed a mudar o curso

PUBLICIDADE