Negócios

Bezos critica Joe Biden por pedir a empresários que reduzam preço da gasolina

O fundador da Amazon respondeu um tuíte do presidente americano direcionado a executivos de empresas de postos de combustíveis

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, responde um tuíte de Biden com críticas pela segunda vez neste ano
Por Natalie Wong
03 de Julho, 2022 | 06:14 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — O fundador da Amazon (AMZN), Jeff Bezos, criticou um tuíte do presidente americano Joe Biden pedindo a redução dos preços da gasolina nos Estados Unidos a empresários e executivos do setor.

Bezos respondeu às críticas de Biden às empresas que administram postos de gasolina e estabelecem preços para os consumidores.

“Este é um momento de guerra e perigo global”, tuitou Biden no sábado (2). “Baixe o preço que você está cobrando na bomba para refletir o custo que você está pagando pelo produto. E faça isso agora.”

Na noite de sábado, Bezos respondeu: “Ouch. A inflação é um problema muito importante para a Casa Branca continuar fazendo declarações como essa. Ou é um direcionamento errado direto ou um profundo mal-entendido da dinâmica básica do mercado.”

PUBLICIDADE

Em média, a gasolina nos Estados Unidos custava US$ 4,812 (R$ 25,66) por galão neste domingo (3), segundo a AAA, um site que monitora os preços de combustível nos Estados Unidos, perto do recorde de US$ 5,016 (R$ 26,75) estabelecido no mês passado. Um galão tem o equivalente a 3,785 litros.

A Casa Branca voltou a usar o Twitter no domingo para reagir contra Bezos. A secretária de imprensa Karine Jean-Pierre disse que os preços elevados “não são dinâmicas básicas de mercado”. “É um mercado que está falhando com o consumidor americano.”

John Kirby, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional na Casa Branca, disse que Biden propôs medidas, inclusive na cúpula do G7 (grupo que reúne sete das maiores economias do mundo), que podem reduzir os preços da gasolina nos EUA e liberou petróleo da reserva estratégica do país.

“Se todos cooperarem com isso, podemos reduzir o preço em pelo menos cerca de um dólar por galão”, disse Kirby no Fox News Sunday.

PUBLICIDADE

Bezos já acusou Biden de “desorientação” antes. Em maio, o executivo da Amazon respondeu a um tuíte do presidente dizendo que a inflação poderia ser domada fazendo com que as empresas ricas “paguem sua parte justa”.

Biden tem criticado as empresas de petróleo e gás por obter lucros que considera inesperados. Os custos do gás e de energia têm sido dois dos principais fatores que impulsionam a inflação, representando uma grande questão política para os democratas, a poucos meses das eleições de meio de mandato.

- Colaboraram Jennifer Jacobs e Justin Sink.

- 12h08: Correção de “litro” para “galão” no 5º parágrafo.

Leia também:

Guedes pede a supermercados que segurem preços para ‘ajudar o país’

Onda vendedora de techs continua: BlackRock vende ações de Enjoei e Intelbras

PUBLICIDADE