Em 23 anos, as projeções de maio dos estrategistas superaram o valor real do índice no final de dezembro 14 vezes
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg Opinion — Os estrategistas de ações de Wall Street acreditam que lucros resilientes manterão as ações em alta até o final do ano, mesmo com o Federal Reserve elevando as taxas de juros. Se eles estiverem certos, o índice S&P 500 (SPX) parece uma pechincha, mas sua tese sobre os lucros está enfraquecendo.

Uma pesquisa da Bloomberg News publicada nesta semana mostrou que o estrategista médio projeta que o índice terminará o ano em 4.743 pontos. Na quinta-feira (19), o índice fechou aos 3.900 pontos.

PUBLICIDADE

O raciocínio é: os lucros se mantiveram até agora e os estrategistas ainda projetam que registrarão um crescimento de cerca de 10% no ano, embora o índice acumule queda de cerca de 18% no acumulado do ano – uma proposta atraente para investidores com dinheiro e que estão se perguntando quando voltar ao mercado.

Estrategistas vêm diminuindo projeções do S&P 500 mas ainda estão otimistasdfd

No entanto, a tendência nas revisões dos estrategistas pode importar mais do que o nível real das previsões, e mais ajustes para baixo podem estar à vista após os acontecimentos desta semana. O Walmart (WMT) e a Target (TGT) cortaram suas perspectivas de crescimento esta semana, mostrando que até mesmo lojas conhecidas por seus preços baixos continuam vulneráveis à inflação mais alta em 40 anos. O Walmart agora projeta que os lucros cairão 1% este ano em comparação com estimativas anteriores de ganhos de um dígito. Já a Target cortou sua margem de receita operacional projetada para o ano inteiro de “8% ou mais” para “cerca de 6%”. Em ambos os casos, as empresas dão o alerta: na maior parte, os custos mais altos estão compensando as vendas resilientes nas mesmas lojas.

PUBLICIDADE

Talvez sem surpresa, os estrategistas são decentes nas projeções do S&P em tempos normais, mas o consenso geralmente está errado – ou pelo menos demora muito para se ajustar – quando as perspectivas ficam confusas.

Na série de 23 anos, as projeções de maio dos estrategistas consultados pela Bloomberg superaram o valor real do índice no final de dezembro 14 vezes e o superestimaram nove vezes. Mas as subestimações foram muitas vezes por pouco, e alguns dos excessos foram flagrantemente errados, incluindo principalmente em 2008 e em todos os anos da bolha do pontocom. Se você acredita que há uma chance de 2022 ser um desses anos vergonhosos na história do mercado, talvez seja melhor ignorar o consenso.

PUBLICIDADE
Projeções de estrategistas em maio e valor real do S&P 500 em dezembrodfd

Os últimos anúncios da Target e do Walmart mostram que a inflação já está pressionando os lucros, e isso sem considerar a possibilidade de recessão. Embora as perspectivas dos estrategistas ressaltem o potencial de alta das ações, a semana passada é um lembrete de que também há muito risco no lado negativo.

Esta coluna não reflete necessariamente a opinião do conselho editorial ou da Bloomberg LP e de seus proprietários.

PUBLICIDADE

Jonathan Levin trabalhou como jornalista da Bloomberg na América Latina e nos EUA, cobrindo finanças, mercados e fusões e aquisições. Mais recentemente, ele atuou como chefe da sucursal da empresa em Miami. Ele é um analista financeiro com certificação CFA.

--Este texto foi traduzido por Bianca Carlos, localization specialist da Bloomberg Línea.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Está contratando? Veja qual é a melhor pergunta para fazer ao candidato

Ex-banqueiro fica bilionário com boom do transporte marítimo