PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Brasil

URGENTE: Alimentos e gasolina levam IPCA à maior alta em quase 30 anos

Nos últimos 12 meses, o indicador acumula alta de 12,13%, acima dos 11,3% registrados no mês passado

No ano, o indicador acumula alta de 4,29% e, nos últimos 12 meses, de 12,13%, acima dos 11,3% observados nos 12 meses imediatamente anteriores.
11 de Maio, 2022 | 09:04 am
Tempo de leitura: <1 minuto

Bloomberg Línea — A inflação medida pelo IPCA desacelerou para 1,06% em abril, após alta de 1,62% em março, no maior resultado para o mês desde 1996.

PUBLICIDADE

O resultado foi puxado principalmente pela alta dos alimentos e bebidas e transportes, com destaque para a gasolina, ainda na esteira da invasão da Rússia na Ucrânia e dos lockdowns na China, que pressionam os preços no mundo inteiro.

No ano, o indicador acumula alta de 4,29% e, nos últimos 12 meses, de 12,13%, acima dos 11,3% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (11) pelo IBGE.

PUBLICIDADE

Segundo o instituo, os principais impactos vieram dos transportes, com alta de 1,91%, e de alimentação e bebidas, que subiram 2,06%. Os dois grupos, juntos, contribuíram com cerca de 80% do índice do mês.

-Mais informações a seguir

Ana Siedschlag

Ana Carolina Siedschlag

Editora na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero e especializada em finanças e investimentos. Passou pelas redações da Forbes Brasil, Bloomberg Brasil e Investing.com.