Internacional

Petróleo oscila após maior queda em cinco semanas

Contratos seguem recuperação global do apetite de risco após forte sell-off desta segunda-feira

O WTI para entrega em junho caía 0,4%, para US$ 102,68 o barril às 7h26, horário de Brasília.
Por Julia Fanzeres e Alex Longley
10 de Maio, 2022 | 08:07 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Os preços do petróleo oscilavam entre ganhos e perdas após a maior queda em mais de cinco semanas, à medida que os mercados mais amplos subiam e as negociações da União Europeia com a Hungria sobre a sanção das importações russas de petróleo avançavam.

Os futuros do West Texas Intermediate subiam perto de US$ 103 por barril depois de caírem 6% na segunda-feira (9), com os mercados de ações apagando a queda da véspera.

As negociações entre o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, e a União Europeia sobre as sanções russas às importações de petróleo progrediram, mas não chegaram a um avanço concreto, disseram os dois lados. Enquanto isso, o ministro do petróleo da Arábia Saudita alertou que todos os setores do mercado de energia estão ficando sem capacidade ociosa, enquanto seu colega dos Emirados Árabes Unidos acrescentou que os preços do petróleo podem dobrar ou até triplicar em um mercado caótico.

Os investidores estarão atentos aos dados de abril do índice de preços ao consumidor dos EUA na quarta-feira, à medida que os bancos centrais apertam a política monetária para conter a inflação que foi estimulada pela guerra da Rússia na Ucrânia. Os preços de varejo da gasolina e do diesel nos EUA bateram novos recordes, potencialmente aumentando ainda mais a inflação na maior economia do mundo.

PUBLICIDADE

“Os preços do petróleo estão recuperando algumas das perdas de ontem”, disse Jens Pedersen, analista sênior do Danske Bank A/S. “O mercado continua volátil e grandes movimentos do dia a dia podem não ser nada mais do que isso.”

Preços do petróleo

O WTI para entrega em junho caía 0,4%, para US$ 102,68 o barril às 7h26, horário de Brasília.

O Brent para liquidação de julho recuava 0,6%, para US$ 105,33 na bolsa ICE Futures Europe, depois de cair 5,7% na segunda-feira.

Os mercados de opções de petróleo também foram atingidos pela forte liquidação de segunda. As opções de venda de baixa estavam obtendo um prêmio para as chamadas de alta pela primeira vez desde o início da guerra, um sinal de que as preocupações com os picos de preços podem estar esfriando um pouco.

PUBLICIDADE