PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Internacional

Economia da Rússia enfrenta pior contração desde 1994

Ministério da economia prevê um declínio de 8% neste ano em meio às sanções impostas pelos EUA e aliados

Se a previsão do ministério das finanças se confirmar, isso apagaria cerca de uma década de crescimento econômico, segundo uma pessoa familiarizada com os números.
Por Bloomberg News
09 de Maio, 2022 | 03:16 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A Rússia enfrenta sua contração econômica mais profunda em quase três décadas, com provável encolhimento do PIB de até 12% este ano em meio à pressão das sanções impostas pelos EUA e seus aliados, segundo previsão do ministério das finanças do país.

O governo ainda não deu uma estimativa pública e o ministério da economia prevê um declínio de 8%, segundo pessoas familiarizadas com os números que falaram sob condição de anonimato.

O número do ministério das finanças colocaria o impacto econômico no mesmo nível da turbulência dos anos 1990, quando a economia da era soviética cambaleou para o capitalismo com uma contração não vista desde a guerra.

O Banco da Rússia disse em 29 de abril que espera uma contração entre 8% e 10% este ano. O Fundo Monetário Internacional previu uma queda de 8,5%, enquanto uma pesquisa da Bloomberg junto a economistas mostra previsão de declínio de 10,3%.

PUBLICIDADE

Se a previsão do ministério das finanças se confirmar, isso apagaria cerca de uma década de crescimento econômico, segundo uma pessoa familiarizada com os números.

A incerteza sobre as perspectivas continua muito alta à medida que a guerra continua e os EUA e seus aliados discutem novas sanções, inclusive sobre exportações importantes como petróleo, disseram as pessoas.

As assessorias de imprensa dos ministérios das finanças e da economia não responderam a pedidos de comentários.

Veja mais em bloomberg.com

PUBLICIDADE

Leia também

Frenesi das meme stocks contribui para arrecadação recorde de impostos nos EUA