PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Ibovespa cai forte com ajuste negativo no exterior; dólar sobe

Vale lidera o recuo com tombo de mais de 3%, seguida por Petrobras e grandes bancos; mercado reage depois do feriado à declaração de Jerome Powell, do Fed, sobre alta de juros americanos

Bloomberg Línea
22 de Abril, 2022 | 11:14 am
Tempo de leitura: 1 minuto

O Ibovespa abriu o pregão desta sexta pós-feriado em forte queda. Às 10h55, o índice estava em 112.200 pontos – um recuo de 2.167 pontos (-1,89%). O movimento acompanha uma reação global à declaração do presidente do Federal Reserve (autoridade monetária dos EUA), Jerome Powell, sinalizando que uma alta de 0,5 ponto percentual pode acontecer nas próximas reuniões do BC americano.

PUBLICIDADE

Outros índices globais também operam em baixa: S&P 500 (-0,35%), Dow Jones (-0,61%) e Nasdaq no azul em 0,11%. A queda é mais acentuada aqui porque ontem, quando Powell deu a declaração, os mercados locais estavam fechados. O dólar opera em alta, sendo vendido a R$ 4,71 (+2,03%).

As quedas estão sendo puxadas por pesos-pesados da bolsa: Vale, Petrobras e bancos.

PUBLICIDADE

Veja mais: Radar SA: dados de produção Petrobras e balanços da Vale, Santander, Gol

MAIORES QUEDAS:

Vale (VALE3): R$ 82,62 (-3,34%)

Petrobras (PETR4): R$ 31,02 (-2,20%)

Bradesco (BBDC4): R$ 19,11 (-2%)

PUBLICIDADE

Itaú Unibanco (ITUB4): R$ 25,84 (-1,41%)

Veja mais: Após encontrar Benchimol, Lula elogiou trajetória de dono da XP a jovens de Heliópolis

MAIORES ALTAS:

Azul (AZUL4): R$ 24,35 (+1,46%)

Ultrapar (UGPA3): R$ 14,61 (+1,11%)

Totvs (TOTS3): R$ 35,65 (+0,91%)

PUBLICIDADE

Raia Drogasil (RADL3): R$ 22,55 (+0,45%)

Veja também:

Real salta na frente de rand da África do Sul com rali agro

Banqueiro acusado de humilhar subordinados agora quer indenização de US$ 4 mi

Graciliano Rocha

Graciliano Rocha

Editor da Bloomberg Línea no Brasil. Jornalista formado pela UFMS. Foi correspondente internacional (2012-2015), cobriu Operação Lava Jato e foi um dos vencedores do Prêmio Petrobras de Jornalismo em 2018. É autor do livro "Irmã Dulce, a Santa dos Pobres" (Planeta), que figurou nas principais listas de best-sellers em 2019.