Internacional

Lewis Hamilton e Serena Williams unidos para tentar comprar o Chelsea

De acordo com o canal britânico Sky News, ídolos fazem parte de grupo de investidores organizados pelo ex-presidente do Liverpool para oferta de aquisição

Ídolo da Fórmula 1 é um dos investidores interessados na compra do Chelsea
21 de Abril, 2022 | 08:45 am
Tempo de leitura: <1 minuto

O heptacampeão mundial de Fórmula 1 Lewis Hamilton e a tenista Serena Williams, ex-número 1 do mundo, integram um grupo de investidores interessados em adquirir o Chelsea, clube londrino de futebol posto à venda pelo bilionário russo Roman Abramovich.

Os dois integram um consórcio de investidores montados por Martin Broughton, ex-presidente do Liverpool e da British Airways, que fez uma oferta para a aquisição do clube. A informação foi revelada pela rede britânica de TV Sky News nesta quinta (21).

Segundo o canal, Hamilton e Williams teriam se comprometido, cada um, com 10 milhões de libras (R$ 60,2 milhões) dentro do consórcio.

Ídolos globais do esporte, Hamilton e Serena também se tornaram investidores estabelecidos nos últimos anos.

A ex-tenista tem um fundo de capital de risco. Já Hamilton é um investidor em venture capital. Uma das investidas é a Zapp, startup de entregas rápidas de supermercado em Londres.

Graciliano Rocha

Graciliano Rocha

Editor da Bloomberg Línea no Brasil. Jornalista formado pela UFMS. Foi correspondente internacional (2012-2015), cobriu Operação Lava Jato e foi um dos vencedores do Prêmio Petrobras de Jornalismo em 2018. É autor do livro "Irmã Dulce, a Santa dos Pobres" (Planeta), que figurou nas principais listas de best-sellers em 2019.

PUBLICIDADE